Notícias / Policial

10/07/15 às 10:28

PF indicia 50 por venda ilegal de lotes em Itanhangá

60 inquéritos, 80 envolvidos e 50 acusados já indiciados

Raquel Ferreira

Gazeta Digital

Imprimir Enviar para um amigo
A Polícia Federal indiciou 50 pessoas acusadas de envolvimento na compra e venda ilegal de lotes do Projeto de Assentamento Itanhangá (458 km ao norte de Cuiabá). Ao todo, mais de 60 inquéritos foram instaurados para apurar a participação de 80 acusados no esquema, que em novembro de 2014 foi desarticulado durante a operação “Terra Prometida”, deflagrada pela PF.

Entre os indiciados estão o ex-prefeito de Lucas do Rio Verde, Marino José Franz, o fazendeiro Élio Faquinelo, além dos irmãos do ex-ministro da Agricultura, Neri Gueller, Odair e Milton. Cada um deles responde um inquérito individual.

As investigações foram concluídas e encaminhadas para o Ministério Público Federal (MPF) com indiciamento pelos crimes de invasão de terras públicas, estelionato majorado, uso de documentos falsos e associação criminosa. Segundo a PF, os outros indiciados respondem por corrupção ativa, crimes ambientais e organização criminosa. As investigações continuam e pelo menos outras 30 pessoas devem ser indiciadas pela PF. 

Veja reportagem completa em A Gazeta desta sexta-feira
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 
 
Sitevip Internet