Notícias / Policial

24/12/15 às 21:37 / Atualizada: 24/12/15 às 21:53

Famílias relatam sofrimento e Natal 'vazio' após sumiço de parentes

Em um dos casos, família não tem contato com criança há dez anos. Familiares sonham em encontrar entes queridos e que estão desaparecidos.

G1/MT

Imprimir Enviar para um amigo
Famílias relatam sofrimento e Natal 'vazio' após sumiço de parentes

Sandra Godoy desapareceu no dia 28 de setembro

Foto: Luiz Carlos Araújo/Arquivo pessoal

Para algumas famílias de Mato Grosso, o Natal não será uma época de festividades e alegria. Por causa do desaparecimento de algum parente, a data será lembrada de maneira reservada ou servirá apenas como fonte de oração. Para José Carlos Godoy, pai da manicure Sandra Godoy, de 29 anos, a data não traz boas lembranças. Sandra desapareceu há quase três meses, quando viajava de Barra do Garças, onde reside, para Ribeirão Cascalheira, a 893 km de Cuiabá.

Ao G1, Godoy afirmou que o clima na casa é ruim e que preferia que não celebrar a data. “Meus filhos querem fazer alguma coisa, para não passar em branco. Por mim, não faríamos nada. Sandra gosta muito do Natal e ajudava a realizar alguma coisa, a juntar a família. Ela é uma pessoa muito doce, que não tem maldade. Não sabemos como alguém pode ter feito algo com ela”, disse.

A mesma situação de desespero pela falta de notícias é vivida pelos parentes do motorista de guincho Enéas da Mota Pinheiro, que sumiu no dia 22 de novembro deste ano, após sair para atender uma chamada próxima ao Trevo do Lagarto, na saída de Várzea Grande para Cáceres, a 250 km da capital.
 
O motorista Eneas da Mota Pinheiro desapareceu dia 22 de novembro (Foto: Edoraide Borges/Arquivo pessoal) Eneas da Mota Pinheiro desapareceu no dia 22 de novembro (Foto: Edoraide Borges/Arquivo pessoal)
A esposa do trabalhador, Edoraide Borges, suspeita que ele tenha sido vítima de um assalto e disse que não irá fazer nenhuma festividade enquanto não tiver notícias marido. Segundo ela, as filhas sentem muito a falta do pai e o Natal perdeu o sentido sem a presença do esposo.

"A única coisa que eu estou fazendo é rezar para que essa situação termine. O que eu quero nessa Natal é que ele apareça com vida e bem”, afirmou.

Anos 'vazios'
Há mais de quatro anos o fim de ano de um família de Nova Olímpia tem sido vazio. No dia 11 de outubro de 2011, quando tinha 10 anos de idade, Andrelina Lima Marques desapareceu após sair de casa para encontrar uma amiga para irem a um show infantil em comemoração ao Dia das Crianças.

Para Lindomar Levi de Castro, tio de Andrelina, o Natal deste ano, como nos passados, não seráa familiar. “Desde que ela sumiu que nós não nos reunimos mais. Antes, todo nós nos juntávamos para fazer um ceia. Dessa vez, vai ser meio que cada um por si e Deus por todos”, afirmou.
 
Andrelina (Foto: Arquivo pessoal)Andrelina Lima Maruqes desapareceu na véspera do Dia das Crianças (Foto: Arquivo pessoal)
Lindomar disse que a mãe da menina ainda tem esperança de achá-la e que o sentimento de todos, mesmo após mais quatro anos do desaparecimento, é de angústia. “Está difícil para todo mundo, mas principalmente para a mãe dela. Ela chegou a investigar por conta própria o caso. Viajou para alguns municípios depois de receber algumas informações de que a Andrelina teria sido vista. Ela não esquece e afirma que um dia irá achar minha sobrinha”, relatou.

Investigações
O caso da manicure Sandra Godoy ainda é investigado. No dia 1º de dezembro um ex-namorado da manicure foi preso temporariamente como principal suspeito do sumiço. O homem teve a prisão decretada após vestígios de sangue serem encontrados em sua caminhonete. Ele está detido na Cadeia de Água Boa e, segundo a Polícia Civil, tem apresentado contradições em alguns depoimentos.

O desaparecimento do motorista Enéas da Mota Pinheiro está sendo investigado pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Veículos Automotores (Derrfva). Recentemente, a polícia requisitou à Justiça a quebra do sigilo telefônico do caminhoneiro.

Já quanto ao desaparecimento da menina Andrelina Lima Marques, a Polícia Civil informou que não há novidades sobre o caso porque o delegado de Nova Olímpia está licenciado. Segundo a polícia, todas as possibilidades de investigação foram esgotadas. Um suspeito foi ouvido à época, negou envolvimento e hoje já se mudou de estado algumas vezes.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Fernando Rizzolo

New Deal no Brasil

Bairro simples da periferia. O cheiro de café ainda estava pela cozinha e transpunha a sala com móveis simples, um sofá velho e uma antiga televisão que tinha em cima dela algumas xícaras, daquelas que têm o...

 

Enquete

Se a eleição para presidente tivesse Jair Bolsonaro e Sérgio Moro como candidatos, em quem você votaria?

 
 
 
Sitevip Internet