Notícias / Saúde e Ciência

07/03/21 às 22:29

Secretário de MT pede ‘socorro’ a TO, GO, MS e RS para transferir pacientes, mas recebe não: sem UTI’s

Redação

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Secretário de MT pede ‘socorro’ a TO, GO, MS e RS para transferir pacientes, mas recebe não: sem UTI’s

Médico atende paciente com Covid-19: não há mais vagas no estado

Foto: Divulgação

Ao conceder entrevista à Folha de S Paulo, o  secretário de Saúde do Mato Grosso, Gilberto Figueiredo anunciou a colegas que a rede hospitalar local entrou em colapso e pediu socorro a colegas de outros estados para atendimento a pacientes de Covid-19.

Segundo disse a FSP, baseado em informações prestadas pelo gestor de Mato Grosso, as respostas ao pedido  foram desanimadoras. A maioria dos governadores contatados disse que “não tinham como ajudar. “Já colapsamos. Socorro. Preciso de ajuda. Algum estado pode auxiliar com vagas de UTI?”, perguntou o secretário a colegas de outros estados vizinhos.

As respostas foram todas no mesmo sentido. Amapá disse que bateu 90% de ocupação neste domingo. Tocantins afirmou que está em 99%. Rio Grande do Sul declarou que está completamente sem vagas. Mato Grosso do Sul, da mesma forma, com 94%. Goiás também avisou que não teria vagas.

O governo do Mato Grosso divulgou uma nota de esclarecimento em que confirma o pedido de ajuda aos estados e diz ter 59 pacientes na fila por uma vaga na UTI. O governo diz não ter recebido até o momento uma resposta oficial dos estados.

Antes desse momento, o pior da pandemia até agora, estados conseguiam se ajudar, transferindo e recebendo pacientes. O que não é mais possível.

comentar1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • por PLINIO, em 08/03/21 às 00:53

    Estranhamente o Governo do Estado do Mato Grosso recebeu alguns bilhões de reais na área da saúde e não investiu o suficiente no setor de UTI. Porque o governo preferiu fazer caixa financeiro com os volumes de dinheiro enviados pelo governo federal e preferiu pagar (os professores - NÃO TRABALHAM EM SALA DE AULA REAL, mais) em dia os funcionários públicos. Então a decisão foi bem está: fazer UTI ou pagar funcionário público do PT (Porque a maioria dos funcionários públicos são petistas). Outra coisa que está afetando muito para o aumento dos casos de coronavirus é que os governadores, e isto também inclui o Mato Grosso não fazem mais o tratamento precoce da população. Não realizam mais as Grandes triagens e exames em grande escala. Não realizam mais os procedimentos do Kit de tratamento precoce ao coronavirus. O resultado é que se chega nesta situação UTI LOTADAS. O tratamento precoce estava dando resultados muito bons (se aqueles medicamentos tem comprovação científica ou não é uma outra história), mas que aqueles remédios estavam fazendo efeito, estavam. Estatisticamente comprovado e pode se ver pelo número de pessoas na UTI nos dias de hoje, é muito maior do que naquele período com tratamento precoce.

 
 
 
Sitevip Internet