Notícias / Barra do Garças

15/12/15 às 05:31

Ações de Brant podem impedir vinda de empresa do agronegócio para Barra do Garças

Autoridades buscam alternativas para viabilizar implantação da PRODAP

Vander Araujo

Secom/BG

Imprimir Enviar para um amigo
Representantes do Conselho da empresa Prodap foram recebidos na manhã desta segunda-feira (14/12) pelo Prefeito Roberto Farias. A empresa que tem como marca as inovações no agronegócio estuda a implantação em Barra do Garças de uma Unidade industrial da parte experimental, “Estudamos a ampliação das ações no centro oeste e Barra do Garças vem sendo estudada como uma importante cidade polo que vive um bom momento para o novo agronegócio, estamos acreditando na região’, disse o consultor Ernesto Reis.

O Prefeito Roberto Farias mostrou aos empresários que o Araguaia se destaca pelo rebanho de gado e no crescimento do agronegócio, “O Araguaia é a bola da vez e Barra do Garças está muito bem localizada geograficamente, temos certeza que a empresa terá condições de desenvolver seu trabalho com investimentos e dando retorno aos pecuaristas de Mato Grosso e também do oeste de Goiás, que possui uma grande bacia leiteira”, frisou.

Durante a reunião o Sec. Indústria, comércio e agricultura Wilmondes Tomain citou uma dificuldade enfrentada para a vinda da empresa, “Um dos pontos que chamou a atenção da empresa para investir em Barra do Garças foi a política de doação de áreas para indústrias e grandes empresas, e com as ações do promotor Marcos Brant, não será possível este incentivo para que essa empresa se instale aqui, o jurídico da Prodap entrou em contato com o MP e receberam a negativa por parte do promotor, agora estamos buscando junto com o Prefeito estamos alternativas para que não percamos para outra região, pois irá gerar emprego e renda para a população”.

O promotor Marcos Brant entrou com ações de improbidade administrativa contra o Prefeito e os vereadores além de suspender as doações para as empresas no Distrito Industrial, “Lamentamos porque essa perseguição está extrapolando a questão pessoal do promotor Brant com nossa pessoa e afetando a economia do Município, uma grande empresa com altos investimentos e que beneficiaria a população e os produtores, entendemos que a área do Distrito Industrial é para atrair empresas para gerar renda e emprego para a população”, completou Beto Farias. 
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 
 
Sitevip Internet