Notícias / Nacional

10/12/15 às 12:35

PROJETO DE MAGGI: Senado libera cassinos em todo Brasil

Diário de Cuiabá via Folha Max

Imprimir Enviar para um amigo
Com históricos de sucesso em vários países do mundo e inclusive com a destinação de parte do faturamento para obras públicas de interesse da sociedade, a Comissão Especial do Desenvolvimento Nacional (CEDN) que aprecia as matérias da Agenda Brasil, apresentada pelo Senado da República através do presidente Renan Calheiros (PMDB/AL), aprovou relatório do senador Blairo Maggi favorável à criação de cassinos em todos os Estados do Brasil. Estimativas apontam para a possibilidade de um faturamento da ordem de R$ 10 bilhões caso os cassinos sejam criados em todos os Estados do Brasil, sendo que em alguns casos serão permitidas até a instalação de 3 unidades, nos Estados de maior população. 

“Os cassinos e jogos eletrônicos são basicamente o mesmo que as loterias que asseguram faturamento em 2014 da ordem de R$ 13.532 bilhões para o governo federal, sendo que parte destes valores tiveram encaminhamentos sociais”, disse o senador e relator, Blairo Maggi. O projeto de Lei do Senado – PLS 186/2014 que regulamenta os cassinos e bingos, além de legalizar jogos eletrônicos e o jogo do bicho que mesmo sendo contravenções acontecem em todo o Brasil e acabam não contribuindo com o recolhimento de impostos, taxas e investimentos em prol de Estados, cidades e do país. 

O mato-grossense Blairo Maggi, relator do projeto de Lei, apresentou substitutivo acatando emenda de autoria do senador Benedito Lira (PP/AL) que restringe a autorização para explorar jogos às pessoas jurídicas que comprovem regularidade fiscal, ou seja, quem recolhe seus impostos e obrigações para com o poder público. Maggi também acolheu a sugestão e vedou a exploração para detentores de mandato eletivo ou parentes dos mesmos até segundo grau. “Compreendo, particularmente, que político é igual a todo mundo, mas para resguardar e aprovar a proposta de forma transparente, pois o interesse maior é explorar essa enorme fonte de renda em prol da população, seja na geração de emprego e renda, bem como da possibilidade desta arrecadação ser destinada para investimentos e obras de interesse coletivo. 

Mesmo sendo uma matéria que agrada a grande maioria, não faltarem questionamentos por parte dos senadores Cristovam Buarque (PDT/DF) e Gleise Honffman (PT/PR) que sinalizaram para os históricos que envolvem a prática de crimes aos jogos de azar como a prostituição e do tráfico de drogas. Mesmo assim o projeto foi aprovado por 8 votos contra 2, além de uma abstenção, sendo que agora o projeto voltará à pauta da comissão, para ser submetido a um turno suplementar de votação, já que foi acatado um substitutivo por parte do relator, senador Blairo Maggi. 
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Fernando Rizzolo

A Exclusão e o Pancadão

Uns anos atrás, escrevi um artigo sobre a repressão praticada pelos seguranças dentro dos shoppings centers em São Paulo, uma vez que não permitiam que grupos de jovens da periferia, que marcavam encontros chamados...

 
 
 
 
Sitevip Internet