Notícias / Agricultura

13/10/20 às 12:33

Sistema Agroecológico - Empaer realiza experimentos com algodão colorido orgânico em Canarana; produção será exportada para França

A previsão é produzir 15 toneladas de algodão em pluma (sem caroço), numa área de 15 hectares, que serão exportados para a França

Rosana Persona | Empaer | MT

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Sistema Agroecológico - Empaer realiza experimentos com algodão colorido orgânico em Canarana; produção será exportada para França

O projeto será executado no Assentamento Rural Guatapará

Foto: Arquivo | Empaer

A Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) desde 2019 tem realizado experimentos com o cultivo de algodão colorido no sistema agroecológico, no município de Canarana (MT).

O técnico agropecuário da Empaer, Gildomar Avrella fala que a previsão é produzir 15 toneladas de algodão em pluma (sem caroço), numa área de 15 hectares, que serão exportados para a França. O projeto será executado no Assentamento Rural Guatapará com a participação de 15 agricultores familiares.

De acordo com Avrella, os experimentos foram realizados com quatro variedades de algodão colorido: BRS Rubi, BRS Safira, BRS Verde e BRS Jade, oriundas da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

A colheita com as variedades mostrou uma produtividade entre 2.295 quilos a 3.975 quilos por hectare de algodão com caroço e foi realizada de forma manual, com todo o tratamento nas plantas e seguindo protocolo do cultivo do algodão comum.

“Acompanhamos o desenvolvimento, comportamento dos materiais na região e usamos as mesmas tecnologias de cultivo do algodão tradicional. Considero que tivemos uma boa produtividade”, explica Avrella.

Para atender o mercado europeu a produção de algodão tem que ser produzida de forma agroecológica/orgânica e ter a certificação para embarque internacional. O contato e as negociações estão sendo feitas com uma empresa francesa para aquisição do algodão tanto colorido como o branco, sendo todos orgânicos. Os agricultores precisam produzir um volume mínimo para exportação em torno de 15 toneladas de algodão por safra.

Os agricultores foram capacitados e receberam treinamento para o cultivo sustentável com a oportunidade de desenvolver um trabalho com o algodão agroecológico abrindo mercados com fibras sustentáveis. O técnico da Empaer comenta que os produtores estarão organizados e em plena produção e comercialização na safra de 2022.

Com a previsão de produzir entre 12 toneladas a 15 toneladas. De algodão em pluma, Gildomar prevê uma rentabilidade com a venda do produto orgânico em torno de R$ 16 mil por hectare. Ele explica que a intenção é criar núcleos orgânicos dedicados a produção sustentável, que ajudará os agricultores a coordenarem seus esforços e acessarem benefícios como treinamento, assistência técnica e a transformação econômica, gerando renda e melhorando a condição de vida das famílias do meio rural. 


Experimentos com o cultivo de algodão colorido no sistema agroecológico
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Ronivaldo Lemos

Médico todo dia

Muito cedo eu tomei a decisão de ser médico. Estudei muito para entrar na Universidade Federal de Mato Grosso e me esforcei igualmente para me formar. Ali, nos corredores do Hospital Universitário, eu reafirmava todos os dias a...

 
 
 
 
Sitevip Internet