Notícias / Meio Ambiente

05/10/20 às 21:26

Ex-senador de MT previu, há quase 20 anos, a tragédia no Pantanal

Antero Paes de Barros alertou que a diminuição do rebanho bovino, que “é o verdadeiro bombeiro do Pantanal”, poderia levar a incêndios de grandes proporções

João Negrão

Estação Brasília

Imprimir Enviar para um amigo
Ex-senador de MT previu, há quase 20 anos, a tragédia no Pantanal

Foto: Senado Federal

Há quase 20 anos, o então senador Antero Paes de Barros fazia um alerta: a diminuição dos rebanhos bovinos no Pantanal poderá levar a uma tragédia ambiental naquele ecossistema. “Não é o boi que depende do Pantanal. É o Pantanal que precisa do boi”, afirmou o ex-senador durante pronunciamento no Senado por ocasião dos debates em torno do Projeto Pantanal, que previa investimentos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), no contexto do programa BID-Pantanal.
 
Antero Paes de Barros alertou que o boi “é o bombeiro do Pantanal”, pois é ele quem consome a grande massa de vegetação que quando seca causa incêndios de grandes proporções e podem “levar a uma grande tragédia”. O ex-senador, que hoje exerce sua profissão de jornalista, advogado, empresário e marqueteiro político, apresentou ao Plenário do Senado no dia 2 de abril de 2001 um quadro de redução dos rebanhos nos municípios pantaneiros de Mato Grosso, vaticinando há quase duas décadas a tragédia que vivenciamos hoje.
 
“É ele [o boi] que evita o incêndio”, afirmou Antero, lembrando que o Pantanal com a vegetação que deixa de ser consumida pelo seca e deixa aquele ecossistema como “um barril de pólvora”. “(…) não podemos nos esquecer de que, se não valorizarmos o pecuarista do Pantanal, estaremos submetendo o Pantanal mato-grossense a uma tragédia. O boi não precisa do Pantanal, mas o Pantanal precisa do boi. O boi vive em qualquer lugar, cresce em qualquer lugar, mas o Pantanal precisa do boi” anotou o ex-senador.
 
“Tenho alguns dados do Pantanal, no meu Estado de Mato Grosso – mas no Mato Grosso do Sul não deve ser diferente, Senador Ramez Tebet -, que são por demais assustadores. Primeiro, por que o Pantanal precisa do boi? Porque no Pantanal existe uma formação de massa seca e acúmulo de material de fácil combustão; se não tem o boi para pastar vai se formar um acúmulo de material de fácil combustão, e nem o Governo Federal, nem os Governos de Mato Grosso e de Mato Grosso do Sul conseguiriam fazer o investimento necessário para impedir os incêndios no Pantanal. Uma faísca pode trazer uma tragédia, como trouxe, há dois anos, no Pantanal. E até a combustão espontânea vai causar uma tragédia no Pantanal mato-grossense, porque o boi está sendo retirado de lá”, alertou o então parlamentar.
 
Confira abaixo vídeo com trecho da fala do ex-senador:
Imprimir Enviar para um amigo

Vídeo Relacionado

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 
 
Sitevip Internet