Notícias / Acidentes

03/10/20 às 20:44 / Atualizada: 05/10/20 às 11:18

Rondonópolis - Policial Civil tenta ajudar a mãe atravessar a rodovia BR-364 e ambos morrem atropelados por carreta

Redação Agua Boa News

Com Hipernotícias e Olhar Direto

Imprimir Enviar para um amigo
Rondonópolis - Policial Civil tenta ajudar a mãe atravessar a rodovia BR-364 e ambos morrem atropelados por carreta

Foto: Divulgação

O investigador da Polícia Civil Jeferson Goncalves de Pinho, 43 anos, e sua mãe morreram atropelados por uma carreta, na BR-364, em Rondonópolis (MT), na tarde de sábado (3).

O policial tentava auxiliar sua mãe, Angelina Santos de Pinho, que ao atravessar a pista da rodovia se desequilibrou e caiu, próximo ao posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Ambos foram atropelados por uma carreta e morreram.

De acordo com as fontes, Jeferson já estava em segurança, mas voltou para resgatar a mãe, momento em que os dois foram atingidos por uma carreta. Nenhum dos dois resistiu ao impacto. 
 
A concessionária Rota do Oeste e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) confirmaram que foram acionadas para atender a ocorrência às 14h54 deste sábado (3). 

Segundo as informações, a equipe de resgate da Rota do Oeste esteve no local e constatou a morte das duas vítimas. 
 
Os órgãos competentes para este tipo de ocorrência já foram acionados.

Polícia civil emite Nota


Polícia Civil lamenta falecimento de investigador, vítima de acidente de trânsito
 
A mãe do investigador também faleceu no acidente.
 
Asscom/Polícia Civil-MT

Com profundo pesar, a Polícia Civil de Mato Grosso comunica o falecimento do investigador Jeferson Goncalves de Pinho, 43 anos, ocorrido neste sábado (03.10). Jeferson foi vítima de um acidente na BR-364, quando tentava auxiliar sua mãe, Angelina Santos de Pinho, que ao atravessar a pista da rodovia se desequilibrou e caiu, próximo ao posto da Polícia Rodoviária Federal, em Cuiabá. Ambos foram atropelados por uma carreta. A mãe do investigador também faleceu no acidente.
O investigador ingressou nos quadros da Polícia Civil há 17 anos. Ele estava lotado na 1ª Delegacia de Polícia de Cuiabá.

A Polícia Civil externa condolências a todos os familiares, amigos e colegas de trabalho de Jeferson Pinho.

 
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Ronivaldo Lemos

Médico todo dia

Muito cedo eu tomei a decisão de ser médico. Estudei muito para entrar na Universidade Federal de Mato Grosso e me esforcei igualmente para me formar. Ali, nos corredores do Hospital Universitário, eu reafirmava todos os dias a...

 
 
 
 
Sitevip Internet