Notícias / Tecnologia

18/09/20 às 20:31 / Atualizada: 18/09/20 às 20:41

Bolsonaro afirma que durante seu governo o Sol não será taxado

Ericka Araujo, Canal Solar

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Nesta quinta-feira (17), o presidente Jair Bolsonaro participou da inauguração da usina fotovoltaica Coremas III, em Coremas (PB) e afirmou que não haverá, durante seu governo, a taxação do Sol.

"Obviamente, nós sabemos que as agências são independentes e têm um valor muito importante para nós, do Brasil. Logicamente, conversando com o ministro e com o presidente da ANEEL, chegou-se a conclusão de que essa proposta, até 2022 que nós vamos estar no governo, não será posta em prática. Não haverá, então, a taxação do Sol", afirmou Bolsonaro.

O presidente também destacou a importância das fontes renováveis na matriz energética brasileira. "Um país, para se movimentar, precisa de energia. E o Brasil é um país que tem quase em sua totalidade da sua matriz energética advindas de fontes renováveis. Nós temos usina hidrelétricas, eólica, solar, biomassa, entre outras", destacou.

Bolsonaro ainda enfatizou o empreendedorismo dos empresários brasileiros ao investir em fontes renováveis. “Quero cumprimentar aqueles da Rio Alto que tiveram a coragem de empreender e investir em nosso país. E só se faz isso quando se tem garantia jurídica para tal. E o nosso governo é um governo de respeitar contratos e buscar parcerias e cada vez fazer com que empreender no Brasil seja menos complicado”, destacou.

Potencial das renováveis no Brasil

Durante o evento, o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque destacou que o Brasil é um exemplo para o mundo em sustentabilidade na geração de energia elétrica. “Estamos vendo nesse período de pandemia alguns países com apagões e aqui estamos já há seis meses com segurança energética. As nossas fontes limpas e renováveis representam 85% da geração de energia elétrica brasileira enquanto a média no mundo é 24%. Isso é motivo de orgulho para todos os brasileiros”, destacou.

Albuquerque também enfatizou o potencial do Nordeste para as fontes renováveis de energia. Ele apontou que as fontes solar e eólica representam, hoje, aproximadamente 11% da capacidade de geração de energia do país. “E serão 25% em 2030. Somente a Região Nordeste contribui com 84%, o que mostra a força da região para o setor de energias renováveis”, afirmou.

O empreendimento é o maior complexo do país e pertence ao grupo privado Rio Alto Energias Renováveis, que deu início em seu projetos em 2011.

Bolsonaro destaca inauguração do complexo solar em live

A inauguração foi um dos assuntos que abriram a live presidencial, realizada toda quinta-feira com assuntos da semana. Ao comentar sobre a inauguração, Bolsonaro destacou a capacidade do complexo solar.

"É um complexo bastante grande. A previsão a curto prazo é atender 300 mil casas com energia solar e a área total, depois de tudo pronto este complexo, equivale a 1100 campos de futebol. É um investimento privado, assim como o de Caldas Novas (MG)", disse durante a transmissão no YouTube.

Assista ao pronunciamento>>>
Imprimir Enviar para um amigo

Vídeo Relacionado

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 
 
Sitevip Internet