Notícias / Educação

22/08/20 às 09:02

UFMT abre editais com 450 vagas para especialização EAD

Inscrições podem ser feitas até 31 de agosto com prioridade para professores da educação básica.

Assessoria

AguaBoaNews / Cuiabá

Imprimir Enviar para um amigo
UFMT abre editais com 450 vagas para especialização EAD

Foto: Divulgação

As inscrições para cursos de especialização, na modalidade de Educação a Distância (EAD) e semi presencial, na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), com pagamento da taxa via boleto, vão até o dia 31 de agosto. São 450 vagas, 150 para cada polo do estado, distribuídas em três cursos: Digitais para a Educação,  Especialização em Informática na Educação e de Pós-Graduação em Diversidade e Educação Inclusiva no Contexto das Ciências Naturais.  
 
A capacitação é direcionada prioritariamente para professores que atuam na educação básica, dirigentes, gestores e trabalhadores em educação básica do estado e municípios. Há vagas para o público em geral, também. As inscrições podem ser feitas no site da UFMT.
 
Os cursos com 18 meses de duração são oferecidos por meio da Secretaria de Tecnologia Educacional (Setec) e unidades acadêmicas da UFMT, com o apoio do sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB). 
 
O Curso de Mídias Digitais para a Educação será oferecido na modalidade de educação a distância, nos polos de Canarana, Cuiabá, Diamantino, Sapezal e Vila Rica. Tem duração de 18 meses e carga horária de 400 horas que incluem cumprimento de créditos e elaboração de Trabalho Individual de Conclusão de Curso (TICC). Visa a formação dos professores da Educação Básica para atuarem direta ou indiretamente com o cenário midiático e digital que se apresenta dentro das salas de aula no Sistema Público de Educação.
 
A Pós-Graduação em Diversidade e Educação Inclusiva no Contexto das Ciências Naturais será oferecida na forma semi presencial, nos polos de apoio Canarana, Cuiabá, Juína, Lucas do Rio Verde e Porto Esperidião. Tem duração de 18 meses e carga horária de 480 horas que incluem cumprimento de créditos e elaboração de Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). A iniciativa contribui para a promoção da inclusão de deficientes visuais e auditivos na comunidade escolar e extraescolar, por meio de discussões e reflexões sobre a educação científica tendo como base a educação e a diversidade.
 
Já o Curso de Especialização em Informática na Educação será oferecido na forma semipresencial, nos polos de apoio Aripuanã, Comodoro, Cuiabá, Lucas do Rio Verde e São Félix do Araguaia. Com duração de 18 meses e carga horária de 360 horas que incluem cumprimento de créditos e elaboração de TCC. A proposta é fornecer condições teórico-metodológicas para que o professor possa desenvolver projetos de uso pedagógico das tecnologias da informação e da comunicação em escolas de ensino fundamental, médio e superior; aprimorar e atualizar conteúdos específicos da informática educativa.
 
Para a realização dos Cursos os candidatos devem possuir microcomputador com kit multimídia (webcam, microfone e caixa de som) e acesso à internet, a fim de realizar as atividades no Ambiente Virtual de Aprendizagem e ainda disponibilidade para participar encontros síncronos, em formato presencial ou virtual. 
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Gilberto Figueiredo

Oficialização de Pazuello em Ministério garante continuidade de ações na Saúde

Foi com satisfação que recebi a notícia da permanência e oficialização de Eduardo Pazuello no Ministério da Saúde. O gestor, que antes atuava como interino, assumiu oficialmente a pasta na...

 
 
 
 
Sitevip Internet