Notícias / Barra do Garças

03/12/15 às 18:57 / Atualizada: 03/12/15 às 19:18

Gaeco deflagra operação para apurar existência de servidores fantasmas em Barra do Garças; prefeitura emite Nota e diz que é perseguição

Clênia Goreth

Assessoria MPE/MT

Imprimir Enviar para um amigo
Gaeco deflagra operação para apurar existência de servidores fantasmas em Barra do Garças; prefeitura emite Nota e diz que é perseguição

Foto: Semana 7

O Ministério Público do Estado de Mato Grosso, por meio da Promotoria de Justiça de Barra do Graças e o Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), deflagrou nesta quinta-feira (03) a operação “Caça Fantasmas”. Estão sendo alvos de busca e apreensão 19 órgãos do Poder Executivo, inclusive o Gabinete do Prefeito.

A operação visa a obtenção de maiores elementos de provas para apuração de contração irregular de servidores por parte do município. Conforme apurado pelo Ministério Público, servidores “fantasmas” indicados por políticos, incluindo vereadores, estariam sendo contratados pelo Poder Executivo local. Alguns sequer moram em Barra do Garças e outros comparecem ao trabalho, mas são obrigados a dividir parte da remuneração recebida com os seus “padrinhos”.

Segundo o Gaeco, durante o cumprimento dos mandados de busca e apreensão serão recolhidos documentos que subsidiarão a investigação. Também estão sendo confirmados “in loco” se os referidos servidores estão cumprindo a carga horária.

Nota Oficial da Prefeitura de Barra do Garças
 
A respeito da operação de busca e apreensão desencadeada nesta quinta-feira (03/12) na Prefeitura de Barra do Garças, importante esclarecer que a administração Municipal sempre esteve à disposição do Ministério Público ou qualquer órgão fiscalizador, inclusive com a publicação dos nomes de todos os funcionários com seus respectivos salários no portal da transparência e qualquer cidadão pode ter acesso a essas informações.

Portanto é desnecessária essa ‘pirotecnia’ que tem como objetivo atrair os holofotes, característicos deste tipo de operação, pois a relação dos servidores se encontram também no departamento de recursos humanos ou pode ser ainda solicitada pelo SIC (Serviço de Informação ao Cidadão). Quanto a denúncia de funcionários fantasmas, a administração é a mais interessada na investigação para identificá-los (se houverem), pois não compactua com este tipo de prática.

Por fim, resta lamentar mais este ato de perseguição de Marcos Brant contra o Prefeito Roberto Farias que virou uma questão pessoal por parte do promotor, que tenta a todo custo atrapalhar o andamento da atual gestão sem medir consequências, tenta ainda, com acusações levianas desconstituir os poderes Executivo e Legislativo de Barra do Garças, como em outra ação (doação de áreas no setor industrial) em que acionou por improbidade contra todos os vereadores e o Prefeito, ou seja, quer estar a cima de todos os poderes.  

Vale ressaltar que todos os documentos estão à disposição do MP sem a necessidade deste ‘estardalhaço’ e o que se espera é a apuração dos fatos o mais rápido possível.  
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Ronivaldo Lemos

Médico todo dia

Muito cedo eu tomei a decisão de ser médico. Estudei muito para entrar na Universidade Federal de Mato Grosso e me esforcei igualmente para me formar. Ali, nos corredores do Hospital Universitário, eu reafirmava todos os dias a...

 
 
 
 
Sitevip Internet