Notícias / Meio Ambiente

15/08/20 às 13:26

Tornado atinge meio-oeste de Santa Catarina e destrói granjas

Canal Rural

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Tornado atinge meio-oeste de Santa Catarina e destrói granjas

Foto: Canal Rural

Um tornado que atingiu o meio-oeste de Santa Catarina nesta sexta-feira, 14, causou grande prejuízo a produtores de suínos e aves da região. O micro-integrador de suínos Marcos Spricigo relata que granjas foram completamente destruídas em municípios da região. como Treze Tílias, Água Doce, Tangará, Pinheiro Preto e Ibicaré.

“Ainda estamos tentando reunir equipes para recolher os animais, pois houve granjas em que as instalações caíram, produtores que ficaram sem casa. Os animais estão desalojados, debaixo de escombros, sem água nem comida desde ontem [sexta-feira], disse Sprigio.
 
Ao menos dois de seus integrados foram severamente afetados: Mário Concatto, de Treze Tílias, e Hélio Padilha, de Água Doce. Dois mil suínos desses dois produtores estão desalojados.



Caminhoneiro gravou vídeo mostrando a grande quantidade de granizo que caiu na tarde desta sexta-feira, próximo do entroncamento entre os municípios de Água Doce, Herciliópolis e Macieira:
 
 
Dois tornados

O monitoramento meteorológico da Defesa Civil de Santa Catarina (DCSC) confirmou o registro de dois tornados no estado: um tendo como epicentro o município de Água Doce; o segundo, em Irineópolis, a 100 km de distância. O órgão registrou granizo, chuva forte e rajadas intensas de vento, principalmente nas regiões do extremo oeste, oeste e meio-oeste do estado. Os municípios mais afetados durante a tarde foram Vargem Bonita, Catanduvas, Água Doce, Tangará e Ibicaré, onde rajadas de vento provocaram destelhamento e destruição de edificações.

 
 
De acordo com a Defesa Civil, 700 casas foram destelhadas em Água Doce, e 25 totalmente destruídas. No município 11 pessoas foram feridas, sendo duas de forma mais grave. Em Ibicaré foram registrados danos em três comunidades de interior, duas igrejas e dois pavilhões. Em Tangará, estima-se que 90% das casas e empresas foram atingidas, e cinco pessoas ficaram feridas. Já em Vargem Bonita os primeiros números apontam 1.300 casas com os telhados danificados, 30 pessoas estão desabrigadas e 20 desalojadas.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 
 
Sitevip Internet