Notícias / Policial

06/08/20 às 20:29 / Atualizada: 06/08/20 às 21:01

Rio Verde (GO) - Estudante de medicina no Paraguai e foragido da Justiça são presos suspeitos de aplicar golpes com cartões

De acordo com a PM, eles usavam documentos falsificados para solicitar cartões de crédito e realizar compras. Universitário chegou a se esconder dentro do banheiro para não ser detido, segundo a corporação.

Lis Lopes e Muriele Silva

G1 GO e TV Anhanguera

Imprimir Enviar para um amigo
Cartões, documentos, celulares, máquinas de cartão e notebooks encontrados em Rio Verde, Goiás — Foto: Reprodução/TV Anhanguera
 
Um estudante que cursa medicina no Paraguai e um foragido da Justiça de Goiás foram presos em Rio Verde, no sudoeste do estado de Goiás, suspeitos de aplicar golpes com cartões de créditos clonados.

De acordo com a Polícia Militar, os suspeitos usavam CPFs ativos para solicitar cartões de crédito às agências bancárias e, posteriormente, realizar compras em nome de outras pessoas, que não estavam com a situação negativada.

 
Os nomes dos envolvidos não foram divulgados pela corporação. Por isso, o G1 não conseguiu identificar a defesa dos suspeitos.
 
Segundo o comandante da PM Halisson Oliveira, do Comando de Policiamento Especializado (CPE), os suspeitos foram encontrados em um apartamento. De acordo com o policial, o estudante de medicina chegou a se esconder dentro do banheiro, que precisou ser arrombado pelos policiais.
 
Com os presos, foram encontrados 20 celulares, 16 chips, 17 cartões de crédito, mais de 20 documentos falsos, seis máquinas de cartão e dois notebooks, que eram utilizados para produzir identidades falsificadas.
 
De acordo com o comandante, o esquema funcionava com a solicitação de cartões de créditos utilizando nomes de pessoas escolhidas de forma aleatória.
 
“Quando esses cartões chegavam, um outro membro da quadrilha recebia como se fosse a pessoa que havia solicitado, e eles, já em posse dos cartões, passavam a fazer compras e estornar o dinheiro para que pudessem utilizar para outras práticas”, afirma.
 
Outros crimes
 
Segundo a PM, o estudante de medicina já possuía passagem por porte ilegal de arma de fogo. Por sua vez, o foragido da Justiça, um homem de 32 anos, tem, de acordo com a polícia, passagens por crimes como tráfico de drogas, tentativa de homicídio e associação para o tráfico. Com ele, a polícia também encontrou uma porção de maconha.
 
“São indivíduos que já estão envolvidos com o crime há algum tempo. O que estava com o mandado de prisão em aberto é um indivíduo que já é conhecido, já foi preso pela PM, inclusive com armas de fogo de grosso calibre, envolvido com associação criminosa de roubo a banco. E o outro é oriundo de Fortaleza, estudante de medicina no Paraguai. São indivíduos que se juntaram para praticar golpes em Rio Verde”, relata.
 
De acordo com a PM, os dois foram encontrados durante o cumprimento de mandado de prisão de um dos envolvidos no golpe. Os presos foram encaminhados à delegacia de Rio Verde e devem responder pelos crimes de falsificação de documentos, posse de drogas para consumo e resistência.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Juacy da Silva

DIA DA ÁRVORE, DESMATAMENTO E QUEIMADAS

“Seu eu soubesse que o mundo iria acabar amanhã, hoje eu plantaria uma arvore”, Martinho Lutero, líder a Reforma Protestante, que viveu entre 1483 e 1546, poucos anos depois do descobrimento do Brasil, demonstra que a...

 
 
 
 
Sitevip Internet