Notícias / Policial

01/12/15 às 15:22

Ciclista é morta após dupla tentar roubar bicicleta na BR-060, em Goiás

Ela pedalava com o marido e um amigo quando foi abordada e baleada. Amigo diz que vítima era apaixonada pelo ciclismo: 'Era a diversão dela'.

Vitor Santana

Do G1 GO

Imprimir Enviar para um amigo
Ciclista é morta após dupla tentar roubar bicicleta na BR-060, em Goiás

Cibelle mostrava paixão pelo ciclismo em sua página do Facebook

Foto: Reprodução/Facebook

A ciclista Cibelle Silveira, 31 anos, foi morta com um tiro na cabeça enquanto pedalava pela BR-060, próximo a  Goiânia. O crime aconteceu na noite de segunda-feira (30). Segundo o consultor André da Silva Costa, 30, que a acompanhava no percurso, ela foi rendida por dois homens que tentaram roubar sua bicicleta.

André conta que Cibelle seguia cerca de 50 metros à frente dele. O marido da vítima também pedalava e estava junto do consultor. "Foi tudo muito rápido. Quando eu percebi que tinha algo errado, foi quando ela levou o tiro e caiu. Fomos direto até ela para tentar socorrer. Eu só vi duas pessoas correndo pela passarela para cruzar a rodovia e fugir", relatou ao G1, muito abalado. Os criminosos não levaram nada.
 
Bancária Cibelle foi morta após dupla tentar roubar bicicleta, em Goiânia, Goiás (Foto: Reprodução/Facebook)Cibelle foi morta ao praticar o ciclismo na BR-060 - (Foto: Reprodução/Facebook)
O consultor diz que tentaram conseguir uma ambulância para que ela fosse resgatada, mas uma pessoa que passava pela rodovia de carro parou para ajudar. "Colocamos ela no carro e ela e o marido foram para o Cais mais próximo, que era o do Bairro Goiá", lembra.

Cibelle já chegou à unidade de saúde morta. "Foi um absurdo. Esse era a diversão dela. Ela pedalava há quase um ano e tinha se apaixonado pelo esporte", lamentou André, que a conhecia há cerca de 13 anos.

A vítima, que trabalhava como bancária na Caixa Econômica Federal, está sendo velada no Cemitério Jardim das Palmeiras. O enterro está previsto para as 17h desta terça-feira (1º).

O caso foi registrado na Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios. O G1 não conseguiu contato com o delegado responsável pelas apurações.

Esporte
Cibelle se dedicava ao esporte há 10 meses. “A gente tinha costume de pedalar a noite toda semana. A gente sabia que tinha risco, por isso, sempre mudava o caminho, fazia trechos diferentes”, contou André. O crime aconteceu já no caminho de volta, a poucos quilômetros do ponto final do percurso.

No velório, integrantes de vários grupos de ciclistas da capital foram prestar suas homenagens à vítima. Em uma rede social, a equipe da qual ela fazia parte postou um comunicado lamentando o ocorrido.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Fernando Rizzolo

Vinho chileno com sabor de rebeldia

Já fui melhor nisso. Uns dez anos atrás, eu era um apreciador de vinhos. Na época, isso era uma espécie de moda, e, de todos os vinhos, o que eu menos apreciava era o chileno. Talvez em razão do meu paladar mais...

 
 
 
 
Sitevip Internet