Notícias / Governo de MT

21/07/20 às 19:21

Governo sanciona Lei de adicional para servidores da Saúde que atuam no combate à Covid-19

Lei entra em vigor imediatamente e terá validade enquanto durar o estado de calamidade pública decorrente da pandemia

Carlos Celestino | Secom|MT

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Governo sanciona Lei de adicional para servidores da Saúde que atuam no combate à Covid-19

Fotos aéreas de Cuiabá, Centro Político administrativo

Foto: Mayke Toscano/Secom-MT

O Governo de Mato Grosso sancionou a Lei n° 667 que dispõe sobre a Verba Indenizatória Extraordinária de combate à Covid-19 e a indenização excepcional dos profissionais da saúde que possuem contrato temporário com a Secretária de Estado de Saúde (SES-MT).  
 
A sanção foi publicada no Diário Oficial que circula nesta terça-feira (21.07), e a lei entra em vigor imediatamente.

De acordo com o documento, fica instituída a Verba Indenizatória Extraordinária a ser paga aos servidores efetivos, comissionados e contratados temporariamente que estejam efetivamente prestando serviços e potencialmente expostos ao contágio pelo coronavírus.

O valor da indenização será pago mensalmente, pelo restante do prazo que perdurar o estado de calamidade, conforme o Decreto nº 424, de 25 de março de 2020, prorrogado pelo Decreto nº 523, de 16 de junho de 2020.

Além disso, a nova lei prevê que os profissionais de saúde contratados temporariamente pela SES-MT em regime de trabalho de plantão, que necessitem ser afastados de suas atividades em razão da contaminação pelo novo coronavírus, terão direito, por 14 dias de afastamento e durante o período de recuperação fica garantido o recebimento da remuneração, sendo permitida a prorrogação do direito de recebimento pelo período que perdurar o afastamento por recomendação médica.

“Agradeço muito aos deputados da Assembleia que foram sensíveis à situação que Mato Grosso está passando. Precisamos valorizar os profissionais que estão trabalhando incansavelmente para salvar vidas dos mato-grossenses em meio a esta pandemia”, disse o governador Mauro Mendes.

Vale ressaltar que a compensação aprovada só terá validade enquanto durar o estado de calamidade pública decorrente da pandemia.

Veja o quadro de valores com as remunerações

Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Nilton Moreira

Estrada Iluminada - Pandemia com clausura

Quando chegamos ao Planeta Terra encontramos dificuldades no convívio com pessoas que vamos encontrando pelo caminho. Interessante que não adianta nos mudarmos de bairro, cidade e até de estado, que vamos nos deparar com...

 
 
 
 
Sitevip Internet