Notícias / Policial

01/12/15 às 10:40

Operação Lei Seca será ampliada para dez cidades do Estado

Hérica Teixeira e Cleide Dantas

Assessorias/ Sesp e Detran

Imprimir Enviar para um amigo
Servidores das forças de segurança pública das cidades de Cuiabá, Várzea Grande, Sinop, Rondonópolis, Alta Floresta, Sorriso, Lucas do Rio Verde, Barra do Garças, Cáceres e Tangará da Serra participaram, nesta segunda-feira (30.11), na sede do Detran, em Cuiabá, de uma reunião para tratar da ampliação da operação Lei Seca também para o interior do Estado, prevista para iniciar já no próximo ano.

A operação Lei Seca é resultado da parceria do Governo do Estado, da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) e o Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran) com apoio de demais parceiros.

"Sou extremamente favorável da ampliação da operação Lei Seca para o interior do Estado, do fortalecimento dessas acões não apenas de fiscalização, mas para educação no trânsito no interior. Já estamos levando a parte educatica, mas temos que levar a parte operacional repressiva da ação", disse o presidente do Detran, Rogers Elizandro Jarbas.

Em Cuiabá e Várzea Grande foram realizadas 17 edições da operação Lei Seca em pontos estratégicos das duas cidades. O objetivo da ação integrada é salvar vidas pela redução da violência do trânsito associada à ingestão de bebidas alcoólicas.

"Foi uma reunião de trabalho de uma ação integrada para garantir a ampliação da operação Lei Seca. Neste primeiro contato fizemos a apresentação do conceito da operação e já conhecemos as necessidades regionais para a realização deste trabalho", explicou o secretário executivo do Gabinete de Gestão Integrada da Sesp, Héverton Mourett de Oliveira, ressatalndo que os servidores da Polícia Militar, Polícia Judiciária Civil, Corpo de Bombeiros e Politec farão cursos para que os trabalhos sejam iniciados. 
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Fernando Rizzolo

A Exclusão e o Pancadão

Uns anos atrás, escrevi um artigo sobre a repressão praticada pelos seguranças dentro dos shoppings centers em São Paulo, uma vez que não permitiam que grupos de jovens da periferia, que marcavam encontros chamados...

 
 
 
 
Sitevip Internet