Notícias / Água Boa

09/07/20 às 17:56 / Atualizada: 10/07/20 às 13:51

Água Boa, a semente lançada por Schwantes celebra 45 anos

No coração do Brasil, sonhando acordada com o apito do trem da FICO, Água Boa completa neste 9 de julho, 45 anos de fundação pelo pastor, colonizador e político Norberto Schwantes

Eduardo Gomes

Boamidia

Imprimir Enviar para um amigo
Água Boa, a semente lançada por Schwantes celebra 45 anos

Foto: Divulgação

Privilegiada pela localização geográfica, no centro do país; no centro, não: no coração do Brasil – é assim que sua população diz quando se refere a Água Boa, no Vale do Araguaia,  que neste 9 de julho está em festa celebrando a data que registra os 45 anos do começo da transformação do vazio demográfico em cidade com areas de metrópole regional emergente.


Schwantes, o colonizador -
Foto: Acervo Câmara Municipal de Canarana

A trajetória de Água Boa é curta. Começou cinco anos antes da fundação, com o produtor rural  Paulo Jacob Thoma, o Paulo Alemão, cultivando arroz de sequeiro. Seu nome nasceu da sabedoria popular: um hotel com restaurante e posto de combustível de propriedade de um homem chamado Manoel, à margem da então embrionária BR-158, se tornou referência para identificar o lugar. Quem passava por ali, o chamava de Mané da Água Boa ou Água Boa do Mané. Pronto. Virou Água Boa!
 
Água Boa pertencia a Barra do Garças. Sua emancipação aconteceu em 26 de dezembro de 1979, por uma lei sancionada pelo governador Frederico Campos. Sua curta trajetória foi de muito aprendizado e conquistas. A pequena cidade, plana, com problema de drenagem e de escoamento das águas de chuva, permaneceu alguns anos estagnada e, pior, no começo dos anos 2000, uma grande erosão ameaçava dividi-la ao meio. Enquanto isso, sua pecuária – principal esteio econômico do município, crescia. Paralelamente a agricultura avançava pelo cerrado tendo à frente uma chinesinha que se chama Glycine max, mas que atende pelo apelido de soja.

O boom na zona rural é vísivel, palpável e a cidade correu atrás. No final dos anos 1990 e começo da década de 2000, uma erosão atingia duramente a região central da cidade, mas a prefeitura solucionou esse problema. Modernas construções pipocaram por todos os cantos. Polo de uma região que inclui seu ex-distrito Nova Nazaré, Cocalinho e Campinápolis, Água Boa ganhou em 2006 um hospital regional, que  reverencia a memória do pioneiro Paulo Jacob Thoma, o Paulo Alemão.


Hospital reverencia memória de Paulo Jacob Thoma - Foto: Karen Malagoli – Site público da Assembleia Legislativa

No mesmo período da criação do Hospital Regional Paulo Alemão, o governo estadual em parceria com a União, construiu um presídio de segurança máxima no município, a Penitenciária Major Zuzi Alves da Silva. Não faltaram vozes contrárias. Isso é natural. Dizem que toda unanimidade é burra. O certo é que em razão da população carcerária a atividade forense aumentou, a cidade ganhou mais advogados, o comércio local é contemplado com bom volume de venda de produtos para a alimentação dos que cumprem pena em Major Zuzi. Além disso, a Polícia Militar reforçou o efetivo local.

O fortalecimento econômico no campo botou Água Boa no centro do noticiário econômico. O empresário Maurício Tonhá, do grupo Estância Bahia, criou o Megaleilão, com números superlativos. Em uma edição mais de 40.900 bovinos foram vendidos à batida do martelo. O aprendizado e as pressões ambientais mostraram que se os animais fossem retirados do thatersal e apresentados virtualmente seria ecologicamente mais correto e financeiramente então nem se discute. Pronto: aos poucos o boi entra na modernidade do leilão virtual.

A região de Água Boa será contemplada com a Ferrovia da Integração do Centro-Oeste (FICO),  prevista para ligar Rondônia e Mato Grosso aos trilhos da Ferrovia Norte-Sul, em Mara Rosa (GO). O começo da construção do trecho Água Boa-Mara Rosa, com 383 quilômetros está previsto para 2021 e sua conclusão deverá acontecer em 2024, segundo o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas.

A rodovia 158, que cruza a área urbana de Água Boa, liga Barra do Garças ao Pará e integra a malha rodoviária para alguns portos do Arco Norte no Pará e Maranhão tem um trecho de 140 quilômetros sem pavimentação, na área indígena Marãiwatsédé, dos xavantes, ao norte de Alô Brasil (de Bom Jesus do Araguaia). O Ministério Público Federal quer o deslocamento desse trecho para fora das terras indígenas. Independentemente do desfecho dessa questão sobre trajeto, a 158 será totalmente pavimentada, o que significará uma alternativa a mais para a economia de Água Boa escoar produtos agropecuárias.


Asfalto de Água Boa a Nova Nazaré - foto: Boamidia

No âmbito da logística regional, a MT-240/326 será totalmente pavimentada. Essa estrada liga Água Boa a Cocalinho cruzando Nova Nazaré, e  tem um trecho sem asfalto, além de depender de balsa para travessia do rio das Mortes, Quando concluída, a 326 integrará o corredor Mato Grosso-Goiás via Cocalinho. O governo estadual recentemente autorizou a construção de ponte sobre o rio das Mortes, o que significará a aposentadoria da balsa em operação.

Também na esfera da logística regional, o governo pavimenta a MT-020, de Canarana a Paranatinga – num trajeto paralelo ao da BR-158/070. Essa rodovia se conecta com a MT-240 e cria alternativa para uma importante área agrícola em Água Boa.

XODÓ -Água Boa é um xodó de cidade. Sua malha urbana é totalmente pavimentada. Suas avenidas centrais são separadas por grandes canteiros. O padrão residencial é de alto nível. O ensino superior está presente. A movimentação financeira passa pelos caixas das agências da rede bancária. O município tem boa regularização fundiária e não enfrenta problemas endêmicos. O índice de criminalidade é baixo para os padrões mato-grossenses.

A área do município é de 7.510 km² e sua população é de 25.721 habitantes. A Comarca de Segunda Entrância de Água Boa tem jurisdição sobre Nova Nazaré e Cocalinho.  A 30ª Zona Eleitoral está instalada naquela cidade.

 

Vice-prefeita Rejane, presença feminina na política - Foto:  Álbum de Família
POLÍTICA – A mulher tem participação ativa na política em Água Boa.  A empresária Rejane Schneider Garcia (PSDB) é a vice-prefeita do município.

O único deputado estadual domiciliado em município do Vale do Araguaia é o anestesiologista José Eugênio de Paiva (PSB), que adota o nome parlamentar de Dr. Eugênio. Antes da Assembleia, Dr. Eugênio foi vereador por Água Boa

DEMANDA – Cidade numa região que se desenvolve, mas tem carências, Água Boa não conta com quartel do Corpo de Bombeiros Militar. A unidade mais próxima é a de Nova Xavantina, distante 80 quilômetros pela BR-158.

ÍNDIOS – A etnia Xavante tem áreas no Vale do Araguaia. Areões, com 218.515 hactares se localiza em Água Boa. A cidade tem representação da Funai. Aldeados e população urbana convivem harmonicamente, mas o índio enfrenta um problema social – o chamado choque cultural – que em muitos casos o arrasta ao alcoolismo; a Funai desconversa e não gosta desse tema, mas a verdade é que em Mato Grosso o álcool chegou às aldeias.


De Água Boa, Dr. Eugênio (PSB) é o único deputado domiciliado no Vale do Araguaia -
Foto: Fablício Rodrigues – Site público da Assembleia Legislativa

FUSO HORÁRIO – O Vale do Araguaia não acompanha a hora oficial de Mato Grosso. O horário naquela região é o de Brasília, que para moradores é a hora de Goiás.
 

Ex-prefeito Luiz Abdalla - Foto: Boamidia
LIDERANÇA – Pecuarista pioneiro no município, Luiz Elias Abdalla foi vereador, presidente da Câmara e por duas vezes prefeito de Água Boa. Representando a pecuária do Vale do Araguaia foi vice-presidente da Federação da Agricultura e Pecuária (Famato).

Vítima de um problema pulmonar o ex-prefeito foi internado em Água Boa e removido para o Hospital Metropolitano de Várzea Grande, onde morreu numa unidade de terapia intensiva em 23 de junho de 2013, aos 73 anos. Seu corpo foi velado na Câmara Municipal de Água Boa e sepultado naquela cidade.

AEROPORTO – Água Boa integra o reduzido núcleo de cidades mato-grossenses com aeroporto pavimentando e homologado para voo noturno.  O Aeroporto Municipal Carlos Frederico Müller  –  SWHP (ICAO) – tem as coordenadas geográficas:  Latitude – 14° 01′ 10″S – Longitude – 52° 09′ 08″ W. Sua pista pavimentada é de 1.627 metros, por 18 metros de largura. A altitude é de 459 metros. Opera noturno por aproximação. Dista 463 quilômetros de Cuiabá.

EXPOVALE – Uma das principais feiras agropecuárias de Mato Grosso é a Expovale, de Água Boa, que no ano passado chegou à 28ª edição e foi presidida por Pedro Rezende.
 
Imprimir Enviar para um amigo

comentar1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • por Cidadão, em 09/07/20 às 19:44

    Caraca, vocês falam que a cidade é toda pavimentada, e não tem a hombridade de falar no prefeito que fez tudo isso? Citam o aeroporto que foi ele que fez sob várias críticas. A política e suja mesmo, e a imprensa e podre e comprada. Se tivessem o mínimo de seriedade teriam citado o nome do prefeito que revolucionou está cidade. MAURÍCIO CARDOSO TONHA.

 
 

veja maisArtigos

Nilton Moreira

Estrada Iluminada - Depois do passamento

           Seguidamente nos perguntam a respeito de questões sobre a vida no além-túmulo, e isso geralmente acontece quando alguém perde um ente querido, principalmente...

 
 
 
 
Sitevip Internet