Notícias / Governo de MT

22/06/20 às 14:36 / Atualizada: 22/06/20 às 14:52

'Não espere ficar grave demais para procurar um médico', orienta governador

Lucas Rodrigues | Secom-MT

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
'Não espere ficar grave demais para procurar um médico', orienta governador

O governador Mauro Mendes, que concedeu entrevista à rádio Gazeta FM de Barra do Garças

Foto: Mayke Toscano/Secom-MT

O governador Mauro Mendes orientou a população a procurar um médico ou uma unidade de saúde assim que sentir os sintomas iniciais que indiquem possível contaminação pelo coronavírus.

A recomendação foi feita em entrevista à rádio Gazeta FM, de Barra do Garças (516 km de Cuiabá), na manhã desta segunda-feira (22.06). Os sintomas iniciais da doença geralmente são febre, tosse seca e dificuldade de respirar.

Mendes explicou que o ritmo de contaminação em Mato Grosso aumentou nas últimas semanas, assim como a taxa de ocupação das Unidades de Terapia Intensiva (UTIs). Segundo ele, muitas UTIs acabam sendo ocupadas em razão de os pacientes procurarem ajuda quando já estão em estado muito grave.

“Estamos chegando a quase 10 mil casos da doença. Acho um equívoco isso, esperar ter sintomas graves para ir a uma unidade. O meu médico me receitou um medicamento e eu tomei e graças a Deus passei bem”, afirmou, ao lembrar que também contraiu a doença há algumas semanas e já está livre do vírus.

De acordo com o governador, se houver um tratamento adequado nos sintomas iniciais, há menos chance de a doença se agravar. Esse primeiro contato deve ser feito junto aos postos de saúde e policlínicas, na atenção básica, que é de responsabilidade das prefeituras.

“É importante que as pessoas que tenham sintomas do coronavírus procurem um médico, um posto de saúde e lá muito provavelmente a gente espera que o médico possa receitar alguma coisa. Não espere ficar grave demais para procurar uma unidade de saúde. Algumas pessoas não procuram, não tomam remédio e aí agrava muito. Quando procura, já precisa ir para a UTI porque está com 50%, 70% do pulmão comprometido. E aí fica difícil salvar a vida dessa pessoa”, ressaltou.

Além de estar construindo leitos por todo o Estado, conforme o gestor, o Governo de Mato Grosso também tem buscado adquirir medicamentos para distribuir aos postos de saúde.

“Apesar de ser uma atribuição da prefeitura, estamos correndo atrás desses remédios para que assim que o médico receitar, o paciente já ter acesso no início da doença. Porque se isso demorar, pode ser tarde e podemos perder vidas importantes de mato-grossenses”, pontuou.

O governador ainda alertou a população a redobrar o cuidado com as medidas de higiene e distanciamento social.

“Precisamos manter o distanciamento social, lavar as mãos, usar álcool gel. O que precisa é praticar isso efetivamente por parte da nossa população”, concluiu.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 
 
Sitevip Internet