Notícias / Policial

25/05/20 às 19:14

Piloto apresenta identidade falsa mas é preso após ser reconhecido por policial do Gefron

Débora Siqueira | Sesp-MT

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Piloto apresenta identidade falsa mas é preso após ser reconhecido por policial do Gefron

Avião e caminhonete foram apreendidos no Amazonas

Foto: Gefron

Um foragido da justiça com dois mandados de prisão em aberto por tráfico internacional de drogas foi preso durante a operação Hórus/Vigia, realizada pela Polícia Federal, Grupo Especial de Segurança de Fronteira (Gefron), Polícia Militar do Amazonas (PM-AM) e Força Área Brasileira (FAB).

O traficante foi detido no Amazonas, pilotando uma aeronave. Ele apresentou um RG falso, se passando por outra pessoa, mas foi reconhecido por um policial do Gefron em uma foto na qual ele carregava pacotes de drogas em um avião. Com sua real identidade, os mandados de prisão foram descobertos.

Ele e outra pessoa foram presos em Apuí (AM), onde também foi apreendida uma aeronave modelo Beechcraft Baron prefixo PT-LRM, uma Toyota Hilux cor branca placa NCH 2573, uma pistola 9MM com munições, 14 tambores de gasolina de aviação, diversos equipamentos de comunicação e navegação e R$ 12,7 mil.

Mais duas pessoas foram presas no dia 18 de maio, na cidade de Coari (AM). A FAB interceptou aeronave de modelo Piper Seneca, e o piloto foi obrigado a fazer pouso forçado no aeroporto da cidade de Porto Urucu.

Após o pouso da aeronave, o piloto e copiloto foram presos em flagrante, sendo que um deles tinha mandado de prisão em aberto pelo crime de homicídio. Ainda no local, os policiais também apreenderam 418 kg de substância análoga à pasta base de cocaína. 

Operação Hórus/VIGIA

A ação integrada foi realizada nos dias 17 e 18 de maio. Quatro pessoas foram presas, foram apreendidas duas aeronaves, sendo uma modelo Beechcraft, e outra Piper Seneca, 14 tambores de AVGAS ou gasolina de aviação, diversos equipamentos de comunicação e navegação, uma Toyota Hilux de cor branca, uma pistola com munições e R$ 12,7 mil em moeda nacional, 418 kg de drogas, que ao todo, resultaram em mais de R$ 5,8 milhões de prejuízo.

O objetivo da operação foi combater o tráfico internacional de drogas com a utilização de aeronaves e outros crimes.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Nilton Moreira

Estrada Iluminada - 'Destino da Terra e causas das misérias humanas'

“Admira-se de encontrar sobre a Terra tanta maldade e más paixões, tantas misérias e enfermidades de toda a sorte, concluindo-se quão deplorável é a espécie...

 
 
 
 
Sitevip Internet