Notícias / Policial

22/11/15 às 15:01

Setor de Desaparecidos da Polícia Civil possibilita reencontro de irmãos separados há mais de 50 anos

Assessoria

Imprimir Enviar para um amigo
Dois irmãos que estavam separados há mais de 50 anos se reencontraram depois de um pedido de ajuda ao Setor de Desaparecidos, da Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção (DHPP), da Polícia Judiciária Civil,
 
No dia 10 de setembro deste ano, senhor Pedro Alves Ferreira, 77 anos, procurou a delegacia para localizar a irmã que não via há cinco décadas. Na última quarta-feira (18.11), investigadores da DHPP deram a notícia ao idoso que, finalmente, descobriram o paradeiro da irmã mais nova, Maria José Ferreira, 74, no Estado de  Minas Gerais.
 
O casal de irmãos ainda não se encontrou pessoalmente, mas os dois conversaram por telefone. Eles estavam sem nenhum contato desde a década de 60, quando senhor Pedro, natural da cidade de Coxim, em Mato Grosso do Sul, veio morar no Estado de Mato Grosso e perdeu o contato com a irmã.
 
Na Delegacia, ele contou aos policiais que sempre tentou buscar informações sobre o paradeiro da irmã Maria José, porém, sem êxito. Cansado, ele resolveu buscar ajuda na Polícia Civil para reencontrar a irmã desaparecida.
 
Com base nas informações do senhor Pedro, policiais civis começaram a procurar informações na cidade de origem dos irmãos, como Cartório Notarial do município de Coxim (MS) e via sistemas, que possibilitaram localizar o endereço residencial da irmã, no bairro Pindorama, em Belo Horizonte (MG). 
 
Os policiais descobriram que depois de casada, a mulher tinha mudado o sobrenome e passou a ser chamar Maria Alves Silva. Diante dos fatos e com dificuldades de entrar em contato com a procurada, uma carta formal foi escrita pelo policial civil do Setor de Desaparecidos, Auri Vieira Nascimento, narrando à história do senhor Pedro.
 
A correspondência registrada foi enviada pelo Correios chegando ao destino final, vindo a ser entregue para a vizinha do imóvel, onde Maria José morava e havia se mudado com o filho para a cidade de Contagem, cerca de 19 km de Belo Horizonte.
 
Passado alguns dias e por acaso, o filho da senhora Maria José foi até o bairro Pindorama para ver como estava a casa, quando foi surpreendido pela carta entregue pela vizinha.
 
Tomado pela emoção, o filho rapidamente entrou em contato com o investigador de polícia Auri, que confirmou a existência do “Tio”, senhor Pedro, e que ele todos os dias, desde quando registrou a ocorrência de desaparecidos, comparecia na DHPP ansioso por alguma informação da irmã.
 
O investigador Auri contou que o sobrinho do senhor Pedro agradeceu muito a Polícia Civil pelo empenho em localizar o paradeiro de sua mãe, vindo a unir novamente os irmãos separados pelo destino, que não se viam há mais de 50 anos.  
 
Já para o senhor Pedro, que tentou todos os meios para reencontrar sua irmã através de cartório eleitoral, emissoras de telecomunicação, além de outros órgãos, a localização de Maria José trouxe o melhor sentimento de realização.
 
“Agradeço a Polícia Civil por ter me proporcionado tamanha felicidade. Deste o primeiro dia na delegacia foi tratado com muita educação, e pela força de vontade e empenho dos policiais em atender ao pedido de um senhor de 77 anos. Consegui encontrar minha irmã”, destacou Pedro Alves Ferreira.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Evandro Carlos

Mauro Mendes, seu plano era “iludir”? Que pena, o meu era te fazer feliz!!!

A música Milu, do cantor mineiro Gustavo Lima, é um dos grandes hits da musica nacional da atualidade, nela o interprete conta a historia de alguém que vive iludido, lembrando que quem cai uma vez, cai três, mas que ele...

 
 
 
 
Sitevip Internet