Notícias / Meio Ambiente

15/05/20 às 19:06

Dez máquinas utilizadas em crimes ambientais são apreendidas

Remoção imediata dos maquinários utilizados em crimes ambientais visa descapitalizar infrator e evitar novos desmates ilegais

Juliana Carvalho | Sema-MT

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Dez máquinas utilizadas em crimes ambientais são apreendidas

Durante a ação realizada na região de Querência, Leste de Mato Grosso, também foram apreendidos implementos como carretas tanque, gerador de energia, sopradores e motosserras

Foto: Sema-MT

Em operações realizadas nas duas últimas semanas, equipes do Governo de Mato Grosso realizaram a apreensão e retirada de dez máquinas utilizadas para a prática de crimes ambientais. Foram oito tratores removidos de Querência e região e outros dois de Santa Rita do Trivelato.

Durante a ação realizada na região de Querência, Leste de Mato Grosso, também foram apreendidos implementos como carretas tanque, gerador de energia, sopradores e motosserras. A operação foi realizada pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT), pelo Corpo de Bombeiro Militar (CBM-MT), Instituto de Defesa Agropecuária (Indea) e Batalhão de Operações Especiais (BOPE-MT).
 
Os profissionais fiscalizaram 21 pontos e embargaram 6,5 mil hectares. Estima-se que serão aplicados R$ 20 milhões em multas.  A ação integra a Operação Amazônia Arco Norte, lançada pelo Governo de Mato Grosso na terça-feira (12.05), com o objetivo de reprimir crimes contra a flora de Mato Grosso, especialmente exploração florestal ilegal, desmatamento ilegal, incêndios florestais e queimadas irregulares.

O Governo de Mato Grosso está atuando em seis frentes para combate aos crimes contra a flora: planejamento e gestão, monitoramento, fiscalização, responsabilização, prevenção e combate aos incêndios florestais, e comunicação.

Atividade essencial

As atividades de fiscalização ambiental, que incluem as ações de monitoramento e controle de crimes ambientas como desmatamento e exploração florestal ilegais, pesca predatória, caça ilegal, poluição causara por empreendimentos, dentre outros, seguem em pleno funcionamento durante a pandemia do Covid-19.

De acordo com artigo 8° do decreto Estadual 432/2020, a fiscalização ambiental é considerada atividade essencial no Estado. Ao se deparar com crimes ambientais, o cidadão pode fazer denúncias pelo 0800 65 3838 ou via aplicativo MT Cidadão (disponível para IOS e Android).
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Nilton Moreira

Estrada Iluminada - 'Pessoas de lua'

Quantas vezes nos deparamos com pessoas que podem ser colegas de trabalho ou até parentes e residentes na mesma morada que dizem: “hoje eu não estou nos meus dias”; “hoje não estou...

 

Enquete

Quem você gostaria que fosse o próximo presidente do Brasil

 
 
 
Sitevip Internet