Notícias / Meio Ambiente

19/11/15 às 11:44

MEIO AMBIENTE: Autoridades discutirão manejo do Parque do Araguaia, dia 27

Naiara Martins da Assessoria

Imprimir Enviar para um amigo
MEIO AMBIENTE:  Autoridades discutirão manejo do Parque do Araguaia, dia 27

Parque Nacional do Araguaia é ecossistema único formato do encontro da Amazônia com o Cerrado

Foto: ICMBio

A busca por consenso entre produtores, ocupantes e Governo do Estado sobre o manejo em áreas ocupadas do Parque Estadual do Araguaia (PEA) será foco do debate promovido pela Assembleia Legislativa, no próximo dia 27 de novembro, em Novo Santo Antônio. Requerida pelo deputado Baiano Filho (PMDB), as discussões terão inicio às 9h na Câmara Municipal.    

As divergências se arrastam desde 2001, quando da criação do parque. Os produtores que lá residem, criticam a rigidez com que o Governo do Estado, ano a ano, vem limitando o manejo sobre a área. Os moradores chegam a relatar as dificuldades encontradas até mesmo para o retorno do gado retirado durante as inundações das chuvas.

Por outro lado, a cada nova tratativa, a Secretaria de Estado do Meio Ambiente (SEMA) reforça a decisão sobre a necessidade de retirada dos produtores e liberação definitiva do parque para reconstituição da fauna e flora nativa.

Entre as maiores polêmicas, estão as reduzidas possibilidades de indenização sobre as benfeitorias constituídas pelos produtores. Ações como obras de reforma e ampliação das residências sofreram restrições. Já a construção de novos projetos em alvenaria está vetada.   

Criado em 2001, o Parque Estadual do Araguaia foi classificado como Área Prioritária para a Conservação pelo Ministério do Meio Ambiente e é um dos últimos redutos da fauna e flora da imensa planície de inundação do Araguaia, abastecida também pelo rio das Mortes. Com seus 223.169,54 hectares, o parque é a maior unidade de conservação de Proteção Integral das 45 Unidades de Conservação (UCs) que compõem o Sistema Estadual de Unidades de Conservação em Mato Grosso. Boa parte do PEA sofre inundação sazonal periódica durante seis meses todos os anos. 
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Fernando Rizzolo

A Exclusão e o Pancadão

Uns anos atrás, escrevi um artigo sobre a repressão praticada pelos seguranças dentro dos shoppings centers em São Paulo, uma vez que não permitiam que grupos de jovens da periferia, que marcavam encontros chamados...

 
 
 
 
Sitevip Internet