Notícias / Agricultura

22/04/20 às 10:32

Caldas Novas (GO) - Após perder vendas por causa do coronavírus, agricultora abre 'barraca da honestidade

Comerciante, que fornecia produtos a hotéis da cidade, cobra preço único por cada hortaliça, fruta ou verdura e deixa que a consciência do comprador seja o 'caixa' do mercado. Ela disse que iniciativa tem dado certo.

Por Vanessa Martins, G1 GO

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo

Barraca da Honestidade em Caldas Novas — Foto: Reprodução/TV Anhanguera
 
A agricultora Eleuza Alves Fernandes teve que usar a criatividade para transformar o seu negócio durante este período de isolamento social por causa do coronavírus. A comerciante de Caldas Novas, no sul de Goiás, criou a "Barraca da Honestidade" para comercializar seus produtos sem vendedores e cobradores de caixa.
 
Eleuza conta que tem cerca de dois hectares de plantação de hortaliças, frutas e verduras e que seus clientes eram os hotéis e restaurantes da cidade. No entanto, os estabelecimentos estão fechados como medida de prevenção à Covid-19, e ela começou a perder a renda.
 
“Por causa dessa epidemia, fecharam os hotéis. Eram minha fonte de renda. Foi aí que eu pedi a Deus que me iluminasse para abrir essa casinha”, explicou.
 
Há cerca de dez dias ela vem testando o modelo e contou que, mesmo não equiparando à venda do atacado, tem sido a melhor alternativa para se manter.
 
A empresária disse ainda que trabalham com ela membros da família e outras quatro pessoas – que ela só consegue manter empregadas por causa da "Barraca da Honestidade".
 
Apesar de ser uma aposta, Eleuza disse que a nova proposta tem dado certo. Segundo ela, ao fim do dia são feitas as contas e comprova a honestidade das pessoas: só um dia o valor estava pouco abaixo do que deveria ter sido arrecadado - que ainda foi compensado por outro dia com dinheiro a mais do que ela havia vendido.
 
“Ninguém acreditava. Sempre pensei que viria um pouco a menos de dinheiro, mas tem vindo a mais”, disse a agricultora.
 
Horaliças, verduras e frutas vendidas na Barraca da Honestidade Goiás — Foto: Reprodução/TV Anhanguera Horaliças, verduras e frutas vendidas na Barraca da Honestidade Goiás — Foto: Reprodução/TV Anhanguera
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Nilton Moreira

Estrada Iluminada - 'Pessoas de lua'

Quantas vezes nos deparamos com pessoas que podem ser colegas de trabalho ou até parentes e residentes na mesma morada que dizem: “hoje eu não estou nos meus dias”; “hoje não estou...

 

Enquete

Quem você gostaria que fosse o próximo presidente do Brasil

 
 
 
Sitevip Internet