Notícias / Policial

06/07/15 às 21:43

Restabelecida a ordem na Delegacia de Brasnorte

Assessoria/PJC-MT

Imprimir Enviar para um amigo
O reforço policial encaminhado pela Secretaria de Estado e Segurança Pública  restabeleceu a ordem no entorno da Delegacia da Polícia Civil do município de Brasnorte (579 km a Nordeste da Capital), que  na tarde desta segunda-feira (07.06), foi cercada pela população em protesto pela morte do filho de um comerciante, na tarde de domingo (06).  

Nesta segunda-feira, o principal suspeito do homicídio foi preso e encaminhado à Delegacia para ser autuado em flagrante por homicídio. Logo que a população tomou conhecimento da prisão, uma multidão cercou a unidade e um dos populares conseguiu entrar no prédio e atirar contra o preso, que foi atingido no peito. 

Equipes das Delegacias Regionais da Polícia Civil de Juína e Tangará da Serra, policiais militares da  Força Tática das mesmas regiões e uma equipe da Gerência de Operações Especiais (Goe), em Cuiabá, foram deslocadas para o município.
 
O delegado regional de Juína, José Carlos de Almeida Júnior, foi o primeiro a chegar na cidade e controlou o distúrbio  junto à população, que se aglomerava em frente à unidade. "A vítima era muito querida por todos e a população se revoltou querendo fazer justiça com as próprias mãos. Conversamos, e eles entenderam que não podiam agir assim", disse o delegado.
 
O delegado informou que a multidão já se dispersou da frente do prédio e o preso foi removido por meio de aeronave do Centro Integrado de Operações Aéreas  (CIOPaer). Ele foi levado para receber atendimento médico em outra localidade.   

O preso alvejado é suspeito de matar, na tarde de domingo, Adriano Coelho, 28 anos. A vítima foi morta a facada, dentro de sua casa, no bairro Nosso Lar, em Brasnorte. Ele era filho de um empresário do ramo de supermercadista de Brasnorte. 
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 
 
Sitevip Internet