Notícias / Água Boa

03/04/20 às 17:47

Polícia Civil prende dois empresários por suspeita de uso de documento falso

Assessoria Polícia Civil

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Polícia Civil prende dois empresários por suspeita de uso de documento falso

Cisc de Água Boa

Foto: Arquivo AguaBoaNews

Duas pessoas foram presas pela equipe da Polícia Civil de Água Boa (MT) na tarde de quinta-feira (02.04) por suspeita de uso de documento falso. Os suspeitos são proprietários de uma empresa de consórcio na cidade e eram investigados pela Polícia Civil há algum tempo pela prática de crimes de estelionato e falsificação de documentos.

Segundo o delegado Gutemberg de Lucena Almeida, no decorrer do inquérito foram apuradas diversas fraudes cometidas pelos suspeitos, sendo identificadas e ouvidas aproximadamente 20 vítimas que tiveram prejuízos financeiros pela atuação da empresa. 

O flagrante aocorreu quando os responsáveis pela empresa, através do contador, apresentaram a uma cliente um decore falsificado, declarando renda superior à realmente auferida pela cliente. “Como essa pessoa já havia sido lesada pela empresa com prejuízo de aproximadamente R$ 14 mil, procurou a Polícia Civil e apresentou o documento falsificado”, disse o delegado. 

Uma adolescente que trabalha como vendedora de consórcio na empresa também foi conduzida e liberada, após ser ouvida. As investigações seguem para apurar outras fraudes e condutas relacionadas aos suspeitos.

O flagrante foi comunicado ao juízo da Comarca de Água Boa e os presos encaminhados à Penitenciária local, onde aguardam decisão judicial. 

Atenção! Os nomes dos acusados não foram divulgados devido estarem protegidos pela Lei 
13.869, de 2019 do Abuso de Autoridade.
 
Imprimir Enviar para um amigo

comentar4 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • por Kleber Peters, em 06/04/20 às 10:08

    Senado DPVAT fazendo estragos com a lei absurda de não divulgar nome de bandido. E o pior é que tem imbecil que ainda defende. Acho que devemos concordar, vai que é doença...

  • por Faby Siqueira, em 03/04/20 às 21:45

    Barbaridade, ladrões empresários não pode divulgar o nome, mas se fosse um ladrão de galinha botava o nome com todas as letras maiúsculas e grifadas, ladrão é ladrão, não importa se é rico ou pobre,se o pobre tem nome o rico também tem

  • por Marcio Ribeiro de Siqueira, em 03/04/20 às 21:11

    Difícil de entender.essas leis que dá direito ao bandidos de ficar restritos seus nomes perante a sociedade.Deveriam criar outra lei que obrigasem a ser postado o nome dos criminoso perante toda sociedade.porque bandidos sempre será bandidos.foram presos e logo sai e vão continuar fazendo a mesmas coisas.

  • por Bruno Nelseu petersb, em 03/04/20 às 18:07

    É uma vergonha essa lei deste PESTE chamado senador amapaense randolfE rodrigueS. Abuso de autoridade para PROTEGER, ladroes, estelionatários e outros VIGARISTAS mais. amanhã estarão na rua cometendo os mesmos crimese a sociedade não sabe quem são

 
 

veja maisArtigos

Nilton Moreira

Estrada Iluminada - Não temos para onde fugir

            Neste momento de dificuldade que estamos todos passando e que o maior atingido na insegurança é o rico, pois que este além de sentir o pavor eminente da tristeza...

 
 
 
 
Sitevip Internet