Notícias / Justiça

31/03/20 às 18:36 / Atualizada: 31/03/20 às 18:40

Alvarás de soltura e mandados de prisão do TJMT serão enviados por meio eletrônico

Nadja Vasques, TJ/MT

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Alvarás de soltura e mandados de prisão do TJMT serão enviados por meio eletrônico

Foto: Assessoria

O projeto-piloto que determina o encaminhamento dos alvarás de soltura e mandados de prisão por meio eletrônico aos estabelecimentos criminais de Cuiabá e Várzea Grande, que já foi implantado nas varas criminais dessas duas comarcas, foi expandido para o 2º Grau de Jurisdição.
 
A Portaria Conjunta nº 271 - PRES/CGJ, assinada pelo presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha, e pelo corregedor-geral da Justiça, desembargador Luiz Ferreira da Silva, e que dispõe sobre a expansão do projeto-piloto ao Tribunal de Justiça, foi publicada no DJE desta segunda-feira (30 de março).
 
A determinação começa a vigorar a partir desta quarta-feira (1º de abril) e, por enquanto, ela é válida apenas para os estabelecimentos criminais de Cuiabá e Várzea Grande. No entanto, a mesma portaria prevê a expansão para as demais unidades prisionais do Estado, conforme for realizada a ampliação do projeto-piloto para as demais comarcas do Poder Judiciário de Mato Grosso.
 
O projeto-piloto foi implantado por meio do Provimento nº 48/2019-CGJ, de 9 de dezembro de 2019, e estabelece que os alvarás de soltura devem ser expedidos pelo BNMP 2.0, ou sistema nacional que o substitua, e encaminhados, preferencialmente, por Malote Digital. Em casos excepcionais e devidamente justificados, o encaminhamento do alvará poderá ser realizado por e-mail funcional, desde que expressamente autorizado pelo magistrado. 
 

Confira AQUI a íntegra da Portaria Conjunta nº 271 - PRES/CGJ
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Nilton Moreira

Estrada Iluminada - Não temos para onde fugir

            Neste momento de dificuldade que estamos todos passando e que o maior atingido na insegurança é o rico, pois que este além de sentir o pavor eminente da tristeza...

 
 
 
 
Sitevip Internet