Notícias / Esportes

24/03/20 às 15:16 / Atualizada: 24/03/20 às 19:33

Para sentir saudades: ouros do vôlei brasileiro para recordar

Luana Biral

Agua Boa News

Imprimir Enviar para um amigo
Para sentir saudades: ouros do vôlei brasileiro para recordar

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Não importa você está fazendo quarentena ou ainda tem um resquício de vida comum em meio ao surto de coronavírus, os esportes de alto rendimento não fazem do dia a dia. Basicamente todos eles estão parados, com competições sendo suspensas ou até canceladas. A Superliga Feminina, por exemplo, se encaixa na segunda categoria. A Masculina está parada por mais 30 dias.

Ainda há competições rolando, como o Campeonato da Rússia, o que já é algo para quem sente saudades do voleibol e a possibilidade de fazer apostas e dar seus palpites. Neste post iremos focar nos feitos incríveis que uma equipe pode alcançar, os grandes levantadores ou defesas sensacionais, criamos este post para fazer uma maratona. Pode entrar no YouTube que tudo estará lá.


Ouro Olímpico no Masculino em 2016

Desde os anos 80 o vôlei masculino brasileiro teve resultados incríveis e um craque atrás do outro. Mas na virada dos anos 2000 o Brasil teve uma dominância que nem o futebol conseguiu, emendando ligas mundiais. Foram oito entre 2001 e 2010, com a terrível coincidência que as duas perdidas foram em Belo Horizonte e no Rio de Janeiro.

Os comandados de Bernardinho pareciam intocáveis, com um Ouro Olímpico em Atenas, duas Copas do Mundo e três Campeonatos Mundiais ainda para a conta. Mas as derrotas para os Estados Unidos na Olimpíada na China e para a Rússia, em 2012, depois de estar vencendo por 2 a 0 e ter um tiebreak no terceiro doeram demais.

Depois do Mundial de 2010, que ficou marcado pelo “Jogo da Vergonha” – o Brasil entregou uma partida para ter um caminho mais fácil até a final, que acabou vencendo – a moral da seleção caiu. O elenco foi envelhecendo e o time chegou com dúvidas para 2016, justo a Olimpíada em casa. Na primeira fase foram três vitórias e duas derrotas, ficando em quarto no grupo.

Mas a equipe acionou o turbo no mata-mata, batendo a Argentina e passeando sobre a Rússia para a vingança. Na final a Itália não foi páreo no Maracãnazinho: 3 a 0, com Serginho e Bruninho sendo os veteranos que lideraram o time e venceram o MVP (Prêmio de Jogador mais Valioso) e Melhor Levantador do torneio.


Ouro Olímpico Feminino em 2008

O placar 24 a 19 é para o vôlei o mesmo que o 7 a 1 é para o futebol. Claro que não é a mesma vergonha, mas traz uma angústia similar: dois sets a um à frente, a seleção feminina tinha tudo para matar o jogo contra a Rússia na final da Olímpiada de Atenas (2004).  Levou a virada no set e no jogo. Em 2006, no Mundial mais uma derrota para as russas e na Copa do Mundo, em 2007, veio a derrota para a Itália.

Esse era o peso para as Olimpíadas de 2008. Mas as mulheres jogaram leves: atropelo contra todo mundo na fase de grupos, com gostinho especial no 3 a 0 acachapante contra as russas (25-14, 25-14 e 25-16).

Japão e China foram presas fáceis até a final contra os Estados Unidos. A equipe brasileira venceu o primeiro set, perdeu o segundo (foi o 1° set perdido na competição) e respondeu com um 25 a 13 que tirou qualquer ar das rivais. O quarto set foi o da coroação, com Sheilla destruindo. O Primeiro ouro olímpico do vôlei feminino veio depois de uma derrota traumática quatro anos antes. Mari (que tinha sido culpada em 2004 pela derrota), Fabi, Paula Pequeno, Jaqueline e companhia limitada, lideradas por José Roberto Guimarães - Ouro Olímpico no comando da seleção masculina em 1992 -  marcaram seu nome na história.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Nilton Moreira

Estrada Iluminada - Pandemia com clausura

Quando chegamos ao Planeta Terra encontramos dificuldades no convívio com pessoas que vamos encontrando pelo caminho. Interessante que não adianta nos mudarmos de bairro, cidade e até de estado, que vamos nos deparar com...

 
 
 
 
Sitevip Internet