Notícias / Justiça

24/03/20 às 11:47

Casamento social realiza sonho de casais durante passagem do Ribeirinho Cidadão

Keila Maressa Coordenadoria de Comunicação do TJMT

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Casamento social realiza sonho de casais durante passagem do Ribeirinho Cidadão

Foto: Keila Maressa e Lucas Figueiredo

Em um salão improvisado na Escola Estadual Dom Vunibaldo, começou a preparação da realização do sonho de 10 mulheres moradoras de São Lourenço de Fátima, distrito de Juscimeira. Na sala, os preparativos começaram às 12h, com o design das sobrancelhas, maquiagem, penteado e prova de roupas. Pelo lado de fora da sala, a escola era delicadamente decorada para realizar a união dos casais. Era o Ribeirinho Cidadão, juntamente com seus parceiros, que iria realizar o casamento social para transformar desejos em realidade.
 
Uma das noivas que passou pelo ritual de beleza característico do dia, Tatiane Teodoro de Oliveira estava ansiosa com a chegada do momento, pois faz 15 anos que convive com o marido e sonha em se casar. Eles se conheceram quando ela era adolescente e, por isso, a família toda foi contra o relacionamento. Mesmo assim, à época, ela foi a São Lourenço conhecer a mãe do namorado e não voltou mais para casa dos pais, começando assim uma nova família. Apesar da tenra idade e da vulnerabilidade, o amor prevaleceu e hoje eles têm 28 e 51 anos, além de quatro filhos.
 
“Meu casamento é bem doido e diferente, mas eu acho uma história linda. Não me arrependo de nada e faria tudo de novo. Amo meu marido igualzinho quando eu o conheci. Já cuidava da casa, fazia comida, ajudava a cuidar dos filhos do primeiro casamento do meu marido, sendo que o mais velho e eu temos a mesma idade. Enfrentei muitas dificuldades para nós estarmos juntos, mas o pior já passou, por isso que quero oficializar o casamento e eu falei para ele que ele vai se casar comigo, nem que seja na marra”, conta Tatiane.
 
Ela ressalta ainda que pela manhã a mãe dela ligou para ela e perguntou se ela realmente queria se casar, que depois que ela casasse “no papel” não teria mais volta. Em resposta, ela explicou para a mãe que não poderia perder a oportunidade de aproveitar o casamento realizado pelo Ribeirinho Cidadão, “porque, além de bonito, é tudo de graça, maquiagem, penteado e cartório.” No ano passado, quando o projeto passou pela comunidade, ela tentou se casar, mas perdeu o prazo para se inscrever. “Esse ano eu só não caso se Deus não quiser. O Ribeirinho não vai embora sem me deixar a certidão registrada”, brinca a noiva.
 
O casamento foi realizado às 17 horas, com a presença das autoridades da cidade e com direito a comes e bebes depois da festa. De acordo com o juiz José Antonio Bezerra Filho, um dos coordenadores do evento, levar vários serviços a essas localidades foi um desafio lançado pelo presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha, e aceito pelo magistrado.
 
“Esta singela e tão amada cerimônia é uma homenagem a vocês. Oferecer uma união como reza o Código Civil, com garantias de ações, de famílias, de valores constitucionais, de direito das coisas e inclusive de sucessões. Para o Poder Judiciário essas ações também geram números positivos, pois novas ações deixam de ser judicializadas. Quero pedir a você noivos que os homens zelem pelas mulheres e que as mulheres zelem pelos homens, juntos que vocês repassem valores aos filhos para que possamos mudar o futuro das novas gerações.”
 
Por onde passa, o Ribeirinho Cidadão realizada casamentos sociais para os casais que querem regularizar a união, mas encontram dificuldades financeiras para isso. Essa é a 13ª edição do evento, que é organizado pelo Poder Judiciário de Mato Grosso e também pela Defensoria Pública de Mato Grosso, juntamente com parceiros.
 
O evento foi dividido em duas etapas, sendo a primeira fluvial, realizada entre os dias 28 de fevereiro e 10 de março, e a segunda foi a fase terrestre, realizada entre os dias 12 e 20 de março.
  • Casamento social realiza sonho de casais durante passagem do Ribeirinho Cidadão
  • Casamento social realiza sonho de casais durante passagem do Ribeirinho Cidadão
  • Casamento social realiza sonho de casais durante passagem do Ribeirinho Cidadão
  • Casamento social realiza sonho de casais durante passagem do Ribeirinho Cidadão
  • Casamento social realiza sonho de casais durante passagem do Ribeirinho Cidadão
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Nilton Moreira

Estrada Iluminada - Pessoas que estavam lá!

Alguns têm certeza. Outros não acreditam. A maioria suspeita de que possa existir, e outros tantos preferem não se questionar. Estou falando de vidas...

 
 
 
 
Sitevip Internet