Notícias / Nacional

17/03/20 às 21:04 / Atualizada: 17/03/20 às 21:22

IBGE - Censo é adiado para 2021 por avanço do coronavírus; concurso foi suspenso

Segundo IBGE, decisão leva em consideração a natureza de coleta da pesquisa, domiciliar e predominantemente presencial. Concurso com 208 mil vagas anunciado para a realização do Censo foi suspenso.

G1 Rede Globo

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
IBGE - Censo é adiado para 2021 por avanço do coronavírus; concurso foi suspenso

Foto: Licia Rubinstein/Agência IBGE Notícias

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou nesta terça-feira (17) que a realização do Censo Demográfico foi adiada para 2021 diante do avanço do surto coronavírus no país. A coleta de dados estava programada para neste ano.
 
Segundo o IBGE, o próximo Censo terá como data de referência 31 de julho de 2021. A coleta será realizada entre 1º de agosto e 31 de outubro de 2021.
 
O concurso com 208 mil vagas -- 3.549 em Mato Grosso -- destinado para a realização do levantamento foi suspenso. Os candidatos que já fizeram o pagamento da inscrição serão reembolsados.
 
Recenseadores — Foto: Licia Rubinstein/Agência IBGE Notícias
Recenseadores — Foto: Licia Rubinstein/Agência IBGE Notícias
 
O Censo Demográfico é feito a cada 10 anos e tem abrangência nacional. Pesquisadores do órgão visitam os domicílios pelo país para obter dados sobre as características dos moradores – nível de estudo, trabalho, entre outras informações.
 
"A decisão (de adiar para 2021) leva em consideração a natureza de coleta da pesquisa, domiciliar e predominantemente presencial, com estimativa de visitas de mais de 180 mil recenseadores a cerca de 71 milhões de domicílios em todo o território nacional", informou o IBGE em comunicado.
 
De acordo com o órgão, a suspensão da pesquisa também leva em conta a impossibilidade de realizar o treinamento necessário para quem participaria da coleta dos dados. A primeira etapa estava prevista para abril. Em julho, os treinamentos seriam realizados em polos regionais.
 
O orçamento que seria destinado ao Censo será transferido para o Ministério da Saúde para combater o avanço do coronavírus, segundo o IBGE. "Em contrapartida, no próximo ano, o Ministério da Saúde realocará orçamento no mesmo montante com vistas a assegurar a realização do Censo pelo IBGE", garantiu a instituição.
 
O orçamento do Censo era de R$ 2,3 bilhões. A quantia de recursos a ser empregada na pesquisa abriu uma discussão no ano passado. Com a crise fiscal, o valor teve de ser reduzido em 25% em relação ao que estava inicialmente previsto.
 
Com a verba reduzida, o número de perguntas no questionário diminuiu 32%.
 
Ex-presidentes do IBGE divulgam carta de protesto contra mudanças no Censo de 2020
Ex-presidentes do IBGE divulgam carta de protesto contra mudanças no Censo de 2020
 
Pnad Contínua afetada
 
Mais cedo, o IBGE informou a suspensão das visitas domiciliares para coleta de informações da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad).
 
Em nota, o IBGE informou que está estuda alternativas para manter a realização da pesquisa sem a necessidade de fazer visitas domiciliares
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Nilton Moreira

Estrada Iluminada - Não percamos tempo!

             A Terra é um dos Planetas ainda bem distante da perfeição. Se isso não é novidade para quem se aprofunda nos estudos, para os demais...

 
 
 
 
Sitevip Internet