Notícias / Meio Ambiente

17/03/20 às 13:38 / Atualizada: 17/03/20 às 21:41

Pescadores denunciam mortandade de peixes no Rio Teles Pires

Segundo a denúncia, irregularidade é causada pelo funcionamento de usina hidrelétrica

Rodivaldo Ribeiro, Diário de Cuiabá

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Pescadores denunciam mortandade de peixes no Rio Teles Pires

Pescadores denunciam mortandade de Peixes no Rio Teles Pires, na região de Sinop, no Norte de Mato Grosso

Foto: Jonathan Ferreira/Arquivo pessoal

Pescadores e moradores da região do Rio Teles Pires denunciaram — com fotos e vídeos de peixes mortos — suposto crime ambiental cometido com o funcionamento da Usina Hidrelétrica de Sinop (MT).

A autorização para início das operações da usina, como “fase de teste”, foi dada pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) há oito meses, no dia 28 de julho de 2019.

A usina é denunciada pelo MPE (Ministério Público Estadual), desde pelo menos dezembro de 2018, quando as obras — que consumiram,até então,R$ 3 bilhões — causaram mortandade de peixes devido à maneira como foi enchido o reservatório e à compensação ambiental nos impactos previstos.

Mesmo assim, a Sema (Secretaria Estadual de Meio Ambiente) autorizou o funcionamento após plano de manejo que, de acordo com o órgão, atendia as normas ambientais.

O funcionamento ainda é em fase de testes de geração de energia elétrica e ajuste de equipamentos (turbinas, conversores e transmissores).

Nos vídeos divulgados pelo WhatsApp, Instagram e Facebook, pescadores narram que é possível encontrar “milhares de peixes mortos”, como jaús, cacharas e pintados, no rio Teles Peres, onde a usina foi instalada. “Não dá pra contar quantos peixes estão mortos, fedendo e rodando lá. São milhões”, diz um dos pescadores no vídeo.

A Sema informou que já está apurando o episódio, após denúncias da comunidade, por meio da regional em Sinop. Além disso, medidas administrativas e técnicas serão tomadas para verificar a motivação da mortandade dos peixes.

Ainda conforme a Sema, a pasta já solicitou aos responsáveis pelo empreendimento UHE Sinop informações que podem levar a solução do impacto ambiental causado no rio Teles Pires.

Durante as obras, o promotor Marcelo Cavechiano afirmava que não era “possível encher o reservatório e iniciar a operação enquanto não forem cumpridas todas as fases dos licenciamentos e adotar todas as medidas disciplinadas". "A obra cortou a vegetação e está sendo feita a compactação”, disse à época.

Para começar a operar definitivamente na geração em escala comercial, a companhia energética precisa de licença da Sema.

As barragens da usina estão localizadas entre os municípios de Cláudia e Itaúba. Por meio de nota, a secretaria informou que está solicitando informações da Usina para apurar o caso e tomar as medidas necessárias.

NOTA - A Sema divulgou uma nota sobre o assunto. Veja a íntegra:

" A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) informa que, por meio da regional em Sinop, está verificando o episódio de mortandade de peixes relatado pela comunidade nesta segunda-feira (16). A Pasta já solicitou aos responsáveis pelo empreendimento UHE Sinop informações complementares para apuração do ocorrido e está tomando as medidas administrativas e técnicas necessárias para solucionar o impacto ambiental causado no rio Teles Pires.

 A Sema se coloca à disposição para mais esclarecimentos e reforça que casos como esse podem ser relatados via 0800 65 3838 ou aplicativo MT Cidadão. A Pasta reitera seu compromisso com a conservação ambiental e desenvolvimento sustentável de Mato Grosso."

Ver vídeo denuncia abaixo>>>

 
Imprimir Enviar para um amigo

Vídeo Relacionado

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Nilton Moreira

Estrada Iluminada - Pessoas que estavam lá!

Alguns têm certeza. Outros não acreditam. A maioria suspeita de que possa existir, e outros tantos preferem não se questionar. Estou falando de vidas...

 
 
 
 
Sitevip Internet