Notícias / Governo de MT

07/03/20 às 20:04

Primeira UTI Aérea do governo trará economia de R$ 5 milhões aos cofres públicos

A nova UTI área será responsável por pelo menos 20 voos mensais de pacientes

Julia Oviedo | Sesp-MT

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Primeira UTI Aérea do governo trará economia de R$ 5 milhões aos cofres públicos

Foto: Mayke Toscano/Secom-MT

O Governo de Mato Grosso entregou nesta sexta-feira (06.03) a primeira UTI Aérea para transporte de pacientes da rede pública de Saúde. A aeronave, modelo Chayenne II XL, viabilizada por meio de uma parceria do governo com o Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) e o Ministério Público Estadual (MPE), trará uma economia inicial de R$ 5 milhões por ano aos cofres públicos, o que representa uma redução de 40% nos gastos com o serviço.

Até então, o transporte dos pacientes era 100% realizado por uma empresa terceirizada, mas a partir de agora, o Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), vinculado à Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), será responsável por pelo menos 23 dos 70 voos mensais. 

Juntas, Sesp-MT, por meio do Ciopaer, e Secretaria de Estado de Saúde (SES) conduzirão a utilização da primeira UTI Aérea do Estado. Os pacientes continuarão sendo regulados pela Central de Regulação, que acionará o transporte aeromédico para o deslocamento dos pacientes entre os hospitais públicos do estado.

“Trabalhar em parceria, criando sinergia entre as instituições é algo importante para melhorar a eficiência do serviço público e com isso trazer economicidade, permitindo melhorar a prestação de serviço ao cidadão”, pontuou o governador de Mato Grosso, Mauro Mendes durante a solenidade de entrega.




“É a primeira UTI Aérea do Governo de Mato Grosso, o que representa um marco extremamente importante na história de nosso estado. Vale ressaltar que essa é uma parceria entre os diversos poderes do Estado que resulta no benefício da população mato-grossense”, disse o comandante do Ciopaer, coronel PM Juliano Chiroli.

A parceria citada pelo comandante do Ciopaer surgiu graças a um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) que viabilizou recursos na ordem de R$ 3,8 milhões para a aquisição e adequação da aeronave. Para o secretário de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, a UTI Aérea beneficiará o estado como um todo, desde o civil, até o militar.

“A determinação do governador foi criar alternativas para diminuir os custos e uma das alternativas foi essa parceria para a aquisição dessas aeronaves. Um exemplo de benefício na área de segurança é que muitas vezes um policial é baleado em uma determinada região do estado, vindo à óbito por falta de assistência e a mesma coisa com o cidadão comum. A UTI Aérea agora vai atender”, disse Bustamante.

O promotor de Justiça, Mauro Zaque, defendeu a integração das instituições em prol do bem comum. “O governador Mauro Mendes com sua sensibilidade e vontade política entendeu que essa era uma ação importante para a população. E é um dever das instituições promover essa integração, porque só quem ganha é a população”, pontuou Zaque.

“É um ganho para o estado, principalmente para aqueles pacientes que dependem do serviço, porque reduzirá o tempo de espera, proporcionando rapidez e agilidade para que este paciente chegue até a unidade de referência” destacou a secretária de Saúde em exercício, Danielle Carmona.

Durante o evento, os profissionais que atuarão na UTI Aérea, entre eles pilotos, copilotos, médicos e enfermeiros, receberam certificação do curso de capacitação para atuar no transporte aeromédico.

Outra aeronave será equipada e deve reforçar o transporte aeromédico no segundo semestre deste ano. Com isso a economia aos cofres públicos será maior do que os R$ 5 milhões previstos com essa primeira etapa.

Outras entregas

Outra aeronave modelo Baron, passa a reforçar a segurança pública de Mato Grosso, sendo utilizada pelo Ciopaer em operações. A aeronave é fruto de uma apreensão em uma operação de combate ao tráfico de drogas e foi cedida pela Justiça Federal de Tocantins.

Já o Programa REM, projeto que premia países e estados pioneiros no combate ao desmatamento na Amazônia, viabilizou por meio da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) a entrega de um caminhão tanque com capacidade para 2 mil litros de combustível, que ficará na base do Ciopaer em Sorriso, a primeira base aérea da Amazônia Legal.




“Essa é uma das entregas que estavam previstas no Plano de Combate ao Desmatamento e aos Incêndios Florestais. A entrega deste veículo que dará apoio ao abastecimento das aeronaves era uma demanda antiga que visa atender as ações em regiões muito distantes, onde não é possível abastecer as aeronaves em aeroportos convencionais. E isso permite que nossas ações de combate cheguem ao extremo do estado de Mato Grosso”, destacou a secretária da Sema-MT, Mauren Lazzaretti.

O aporte de recursos do Programa REM foi de R$ 500 mil para a aquisição do caminhão tanque.
 
  • Primeira UTI Aérea do governo trará economia de R$ 5 milhões aos cofres públicos
  • Primeira UTI Aérea do governo trará economia de R$ 5 milhões aos cofres públicos
  • Primeira UTI Aérea do governo trará economia de R$ 5 milhões aos cofres públicos
  • Primeira UTI Aérea do governo trará economia de R$ 5 milhões aos cofres públicos
  • Primeira UTI Aérea do governo trará economia de R$ 5 milhões aos cofres públicos
  • Primeira UTI Aérea do governo trará economia de R$ 5 milhões aos cofres públicos
Imprimir Enviar para um amigo

comentar1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • por Luis Gonzaga Domongues, em 08/03/20 às 19:35

    A primeira pessoa a propor à aquisição de uma Utei aérea em.uma conferência de Saúde no município de Água Boa durante gestão do Secretário.de Saúde Lucio foi a minha pessoa. Aliás, fiz várias propostas para a melhoria da saúde do município e da região através do consórcio. Uma das propostas foi a construção da Upa, a Utei Aérea, ampliação do hospital Regional, uma Utei movel terrestre para ser utilizada dentro.da cidade e a criação de curso na área da saúde em parceria com a UFMT ou UNEMAT.

 
 

veja maisArtigos

Nilton Moreira

Estrada Iluminada - Pessoas que estavam lá!

Alguns têm certeza. Outros não acreditam. A maioria suspeita de que possa existir, e outros tantos preferem não se questionar. Estou falando de vidas...

 
 
 
 
Sitevip Internet