Notícias / Agronegócios

21/02/20 às 08:42

JBS Biodiesel bate recorde de produção em 2019 e prevê R$ 193 milhões em investimentos para 2020

Companhia comercializou 274 milhões de litros de biodiesel em 2019 e investirá em nova unidade e na expansão de suas duas plantas em operação

Assessoria

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
JBS Biodiesel bate recorde de produção em 2019 e prevê R$ 193 milhões em investimentos para 2020

Foto: Assessoria

A JBS Biodiesel fechou 2019 com muitos motivos para comemorar. O ano foi o melhor da história da empresa, que atingiu o recorde de 274 milhões de litros de biocombustível comercializados. No período entre 2017 e 2019, o crescimento foi de 30%, consolidando a divisão da JBS Novos Negócios entre as 11 principais produtoras de biodiesel do país. 
 
Para 2020, a empresa pretende investir R$ 193 milhões para a expansão de seus negócios no setor. Cerca de R$ 180 milhões serão aplicados na nova usina de biodiesel da Companhia, que será construída no município de Mafra (SC). O empreendimento está em fase de Licenciamento Ambiental de Instalação e já possui autorização formal da Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP) para construção. Quando estiver concluída, a nova usina terá capacidade de produção de 360 milhões de litros de biocombustível levará a JBS Biodiesel ao patamar de 5ª maior empresa do segmento no Brasil.
 
Outros R$ 13 milhões serão destinados para melhoria e expansão dos dois parques industriais da JBS Biodiesel atualmente em operação, localizados em Lins (SP) e Campo Verde (MT). “O investimento para melhoria das nossas plantas é essencial para que a empresa possa continuar crescendo. A previsão é que essa modernização propicie um aumento de aproximadamente 25% na nossa capacidade produtiva atual”, destaca Alexandre Pereira, diretor da JBS Biodiesel. 
 
Os investimentos nas unidades em operação fazem parte do plano estratégico de investimentos da JBS, que pretende injetar R$ 8 bilhões nas suas operações no Brasil entre 2020 e 2024. A previsão é de que as obras em Campo Verde estejam concluídas ainda no segundo trimestre de 2020 e que a expansão da unidade no interior paulista seja encerrada no quarto trimestre do ano.  
 
RenovaBio: uma nova era para as empresas do setor 
 
Para completar o bom momento, o RenovaBio promete ser uma nova fonte de receitas para o segmento. Em 2019, a JBS Biodiesel foi a primeira empresa a obter certificação para emissão de créditos de descarbonização (CBIOs), no âmbito do programa do Governo Federal, abrindo uma nova perspectiva para geração de ativos financeiros que deverão ser investidos na expansão e manutenção das unidades produtivas. Atualmente, a Companhia tem as suas duas unidades certificadas.
 
A primeira certificação foi obtida pela unidade da Companhia em Lins (SP), que atingiu uma nota de eficiência de 79,8 gCO2eq/MJ. Já a unidade de Campo Verde (MT) acaba de ser certificada, com uma nota de eficiência de 80,40 gCO2eq/MJ. Ambas estão entre as mais altas notas entre as usinas certificadas pelo programa. Com as duas unidades habilitadas, a Companhia estima colocar mais de 800 mil CBIOs anualmente no mercado.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Telma Cenira Couto da Silva

Sapatos velhos

Meu pai foi um dos nove filhos de Silvério e Thomires. Passou seus primeiros anos em uma fazenda, longe da vida urbana e de suas convenções. Amava o cheiro da terra nua e a liberdade que a vida de campo lhe proporcionava. Veio...

 
 
 
 
Sitevip Internet