Notícias / Policial

18/02/20 às 20:51

Suspeito de golpes contra mulheres é preso em SP por crime praticado em Mato Grosso

Assessoria Polícia Civil

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Suspeito de golpes contra mulheres é preso em SP por crime praticado em Mato Grosso

Foto: Assessoria Polícia Civil

A Polícia Civil de São Paulo cumpriu nesta segunda-feira (17.02) um mandado de prisão oriundo de um inquérito conduzido pela Delegacia da Polícia Judiciária Civil de Paranatinga (MT). O mandado expedido pela 1ª Vara da Comarca de Paranatinga tem como alvo um homem de 62 anos, suspeito de estelionato e ameaça contra uma vítima moradora da cidade. A prática da qual o homem é suspeito é conhecida como 'estelionato sentimental'. 

A prisão foi cumprida por investigadores da 3° DP da Capital paulista, que após receberem a informação de que o suspeito visitaria uma das vítimas, realizaram diligências e conseguiram prendê-lo. 

O mandado foi deferido pelo juiz Fabrício Sávio da Veiga Carlota, que acatou representação pela prisão preventiva apresentada pelo delegado de Paranatinga, Pablo Borges Rigo. 

O suspeito é investigado após aplicar golpes em uma moradora da cidade totalizando um prejuízo, à época, de mais de R$ 120 mil. O homem também ameaçou a vítima dizendo que se ela continuasse a investigá-lo, acabaria com a vida dela. 

Modus operandi 

O suspeito seduzia mulheres em sites de relacionamentos, com faixa etária acima dos 50 anos, em busca de relacionamentos e, sem qualquer pudor e respeito, se apropriava de valores das vítimas, muitas vezes resultados de uma vida inteira de trabalho, deixando-as sem nenhuma renda e agindo com frieza. 

O argumento utilizado pelo suspeito para abordar as vítimas é sempre o mesmo. Se passava por piloto de avião, ganhando a confiança das mulheres, indo visitá-las em suas casas e as convidando para uma viagem à Europa, com despesas pagas por ele, o que causava expectativa às vítimas. Para consumar o golpe, ele ludibriava as vítimas sob o pretexto de trocar real por euros, convencendo-as a entregar voluntariamente dinheiro, acreditando que seria posteriormente devolvido. Além de dinheiro, o estelionatário conseguiu em outras ocasiões convencer as mulheres a lhes entregar veículos e até vender imóveis, muitas vezes a única moradia das vítimas. 

Após a instauração de inquérito pela Delegacia de Paranatinga para investigar a denúncia apresentada por uma vítima da cidade, outras mulheres entraram em contato com o escrivão da unidade policial, Weder José Fernandes, passando informações sobre o estelionatário. Todas os dados coletados pela equipe da Delegacia respaldaram a representação pelo pedido de prisão preventiva requerido pelo delegado Pablo Borges Rigo.

Até o momento foram ouvidas seis vítimas que informaram ter tido prejuízos acima de R$ 274 mil. Uma das vítimas já identificou outras 11 mulheres que foram enganadas pelo suspeito, entretanto, muitas não procuraram a polícia por medo de represálias, ou mesmo, por vergonha.
Há registros de vítimas nos estados de Mato Grosso, São Paulo, Goiás, Minas Gerais, Roraima, Rondônia e Paraná. 

O suspeito encontra-se à disposição da Justiça.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Nilton Moreira

Estrada Iluminada - Pessoas que estavam lá!

Alguns têm certeza. Outros não acreditam. A maioria suspeita de que possa existir, e outros tantos preferem não se questionar. Estou falando de vidas...

 
 
 
 
Sitevip Internet