Notícias / Educação

25/01/20 às 16:36

Estudante que vendia brigadeiro para pagar cursinho é aprovado em medicina na UnB

Lucas Carvalho, de 17 anos, é morador do Sol Nascente e passou em 2º lugar pelo sistema de cotas da universidade. Conheça trajetória.

G1 DF e TV Globo

Imprimir Enviar para um amigo
Estudante que vendia brigadeiro para pagar cursinho é aprovado em medicina na UnB

Lucas de 17 anos fazia brigadeiros para pagar cursinho pré-vestibular

Foto: TV Globo

Aos 17 anos, o estudante Lucas Carvalho, morador do Sol Nascente, foi aprovado para o curso de medicina na Universidade de Brasília (UnB). Na última terça-feira (22), o candidato descobriu que passou em 2º lugar pelo sistema de cotas para estudar no campus de Brasília.
 
O jovem conta que antes de descobrir a vontade de ser médico, queria ser músico. Um acidente, no entanto, o fez mudar de ideia. Ao quebrar o braço em 2016 e precisar de atendimento, Lucas passou a madrugada em um hospital com a mãe.

Na ocasião, lembra, sentiu um carinho especial pela profissão de médico "ao ver tantas pessoas precisarem de ajuda".

"Quando eu entrei no hospital, eu falei assim: essas pessoas precisam de um médico, de alguém que conheça a realidade delas".

 
Antes do sonho de ser médico se tornar realidade, o jovem percebeu ainda que precisaria fazer um cursinho preparatório para disputar uma vaga no curso mais concorrido do Processo Seletivo de Avaliação Seriada (PAS) da UnB. 

Segundo o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) – responsável pela aplicação das provas – 82 alunos disputam cada vaga ofertada pelo programa.
 
Lucas passou, então, a vender doces para pagar o cursinho e ajudar nas despesas de casa. Atualmente, o estudante vende os doces na porta da escola, nas ruas e até pelas redes sociais.
 
Antes do negócio ser colocado em prática, a renda da família Carvalho era de R$ 1,2 mil. Desde então, a produção foi crescendo e, hoje, o jovem empreendedor recebe encomendas para festas, casamentos e aniversários.
 
Foto: TV Globo
 
Apoio da família
 
Além do cursinho, Lucas mantinha uma rotina de estudos em casa, e tinha como inspiração um livro médico que ganhou. Ele conta que olhava para o exemplar todos os dias e sonhava com a aprovação.

"Eu olhava para ele todos os dias, e pensava: um dia eu realmente vou usar isso aqui. Eu vou ser médico".

Lucas é filho da doméstica Ana Paula Carvalho. Ela conta que o filho é "muito amoroso, obediente e dedicado". Mesmo trabalhando fora o dia todo para conseguir sustentar a casa, Ana Paula afirma que nunca deixou de incentivar o filho.

"O estudo para mim e para ele, hoje significa tudo. Eu não terminei meus estudos, só fiz até a 5ª série", contou a mãe.

"Eu falava para o Lucas: 'eu não tenho estudo, mas você vai ser uma pessoa que Deus vai honrar'".

A doméstica afirma ainda que, "em meio a tanta dificuldade", acredita que o filho terá um futuro promissor. "Tudo que eu quero é que ele estude, tenha uma casa e vida própria".
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 
 
Sitevip Internet