Notícias / Educação

25/01/20 às 16:36

Estudante que vendia brigadeiro para pagar cursinho é aprovado em medicina na UnB

Lucas Carvalho, de 17 anos, é morador do Sol Nascente e passou em 2º lugar pelo sistema de cotas da universidade. Conheça trajetória.

G1 DF e TV Globo

Imprimir Enviar para um amigo
Estudante que vendia brigadeiro para pagar cursinho é aprovado em medicina na UnB

Lucas de 17 anos fazia brigadeiros para pagar cursinho pré-vestibular

Foto: TV Globo

Aos 17 anos, o estudante Lucas Carvalho, morador do Sol Nascente, foi aprovado para o curso de medicina na Universidade de Brasília (UnB). Na última terça-feira (22), o candidato descobriu que passou em 2º lugar pelo sistema de cotas para estudar no campus de Brasília.
 
O jovem conta que antes de descobrir a vontade de ser médico, queria ser músico. Um acidente, no entanto, o fez mudar de ideia. Ao quebrar o braço em 2016 e precisar de atendimento, Lucas passou a madrugada em um hospital com a mãe.

Na ocasião, lembra, sentiu um carinho especial pela profissão de médico "ao ver tantas pessoas precisarem de ajuda".

"Quando eu entrei no hospital, eu falei assim: essas pessoas precisam de um médico, de alguém que conheça a realidade delas".

 
Antes do sonho de ser médico se tornar realidade, o jovem percebeu ainda que precisaria fazer um cursinho preparatório para disputar uma vaga no curso mais concorrido do Processo Seletivo de Avaliação Seriada (PAS) da UnB. 

Segundo o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) – responsável pela aplicação das provas – 82 alunos disputam cada vaga ofertada pelo programa.
 
Lucas passou, então, a vender doces para pagar o cursinho e ajudar nas despesas de casa. Atualmente, o estudante vende os doces na porta da escola, nas ruas e até pelas redes sociais.
 
Antes do negócio ser colocado em prática, a renda da família Carvalho era de R$ 1,2 mil. Desde então, a produção foi crescendo e, hoje, o jovem empreendedor recebe encomendas para festas, casamentos e aniversários.
 
Foto: TV Globo
 
Apoio da família
 
Além do cursinho, Lucas mantinha uma rotina de estudos em casa, e tinha como inspiração um livro médico que ganhou. Ele conta que olhava para o exemplar todos os dias e sonhava com a aprovação.

"Eu olhava para ele todos os dias, e pensava: um dia eu realmente vou usar isso aqui. Eu vou ser médico".

Lucas é filho da doméstica Ana Paula Carvalho. Ela conta que o filho é "muito amoroso, obediente e dedicado". Mesmo trabalhando fora o dia todo para conseguir sustentar a casa, Ana Paula afirma que nunca deixou de incentivar o filho.

"O estudo para mim e para ele, hoje significa tudo. Eu não terminei meus estudos, só fiz até a 5ª série", contou a mãe.

"Eu falava para o Lucas: 'eu não tenho estudo, mas você vai ser uma pessoa que Deus vai honrar'".

A doméstica afirma ainda que, "em meio a tanta dificuldade", acredita que o filho terá um futuro promissor. "Tudo que eu quero é que ele estude, tenha uma casa e vida própria".
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Nilton Moreira

Estrada Iluminada - Pessoas que estavam lá!

Alguns têm certeza. Outros não acreditam. A maioria suspeita de que possa existir, e outros tantos preferem não se questionar. Estou falando de vidas...

 
 
 
 
Sitevip Internet