Notícias / Acidentes

10/01/20 às 12:33

Rondonópolis - Avião com documentação vencida cai, piloto tenta esconder aeronave com lona e foge

Hipótese levantada pela polícia é que, por causa da autorização vencida para voos, a queda não foi comunicada às autoridades. O local do acidente foi isolado devido a um vazamento de combustível e risco de explosões.

Amanda Sanchez e Murilo Rincon, TV Centro América

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo

Avião caiu em uma zona rural de Rondonópolis (MT) — Foto: Murilon Rincon/TVCA
 
Um avião com documentação vencida caiu na região da Gleba Rio Vermelho, em Rondonópolis (MT), no fim da tarde dessa quinta-feira (9). Em seguida, o piloto tentou esconder a aeronave com uma lona e fugiu do local do acidente.
 
De acordo com a Polícia Militar, a principal suspeita era que o avião foi usado para transporte de drogas, entretanto, essa possibilidade foi descartada após perícia da Polícia Federal.
 
O piloto foi localizado horas depois do acidente. Segundo a polícia, ele teria fugido do local devido a documentação que está vencida desde 26 de junho de 2019.
 
Aeronave foi encontrada tombada — Foto: Murilon Rincon/TVCA
Aeronave foi encontrada tombada — Foto: Murilon Rincon/TVCA
 
O avião era utilizado para uso particular
 
“Foi constatado que o avião não era utilizado para transporte ou contrabando de explosivos. Também não tinha sinais de entorpecentes. Em entrevista com o próprio piloto, ele disse que fez o voo, mas, ao aterrissar, teria perdido o controle da aeronave e tombou”, explicou o tenente Felipe.
 
Segundo a polícia, o piloto estava sozinho na aeronave e não se feriu. O local do acidente foi isolado devido a um vazamento de combustível e risco de explosões.
 
Corpo de Bombeiros foi acionado para possível resgate de vítimas, mas não tinha ninguém no local — Foto: Murilon Rincon/TVCA
Corpo de Bombeiros foi acionado para possível resgate de vítimas, mas não tinha ninguém no local — Foto: Murilon Rincon/TVCA
 
O prefixo da aeronave, conforme registro na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), é PT-BNF.
 
De acordo com a Agência, o avião tem categoria de voos privados e tinha operação negada para táxi-aéreo. Devido a documentação vencida, o veículo não tinha autorização para voar.
 
A hipótese levantada pela investigação é que, por causa das irregularidades, a queda não foi comunicada às autoridades.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Nilton Moreira

Coronavírus. Fé. Deus é Justo!

Deixamos de direcionar nossas metas de evolução e crescimento no âmbito da moral, e pior ainda, nos preocupamos com coisas materiais que não nos levam a nada, a não ser nos dar prazer e encantamentos, exaltando...

 
 
 
 
Sitevip Internet