Notícias / Acidentes

24/12/19 às 17:02

Engenheiro preso a nuvem em tempestade em MT diz que Natal será especial: 'Curtindo a família porque sei que foi um milagre'

Osvaldo Henrique Gunther, de 27 anos, disse que passou muito frio, mas que não perdeu o controle do equipamento.

G1 / MT - Rede Globo

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Engenheiro preso a nuvem em tempestade em MT diz que Natal será especial: 'Curtindo a família porque sei que foi um milagre'

Osvaldo Gunther, de 27 anos, é piloto de paramotor

Foto: Redes sociais

O engenheiro agrônomo Osvaldo Henrique Gunther, de 27 anos, disse nesta terça-feira (24) que foi salvo por um milagre, depois de passar horas preso com um paratrike, em uma nuvem durante uma tempestade, na noite de sábado (21), em Porto Alegre do Norte.
 
"Sei que foi uma decisão errada e aviação isso, quando se toma uma decisão errada coloca a vida em risco, mas estou bem. Vou curtir o Natal em família. Estou curtindo muito esse momento com a minha família porque sei que foi um milagre de Deus. Deus me ajudou muito nesse momento de aflição", afirmou.
 
Quando estava no alto, preso na nuvem, disse que passou muito frio, mas que não perdeu o controle do equipamento. "No momento que estava lá, agradeci a Deus, pedi perdão", disse.
 
Paratrike não ficou danificado — Foto: Osvaldo Henrique / Arquivo pessoal
Paratrike não ficou danificado — Foto: Osvaldo Henrique / Arquivo pessoal
 
Osvaldo só conseguiu pousar cerca de 3 horas depois. Durante o período em que estava no alto, disse ter desmaiado algumas vezes.
"Consegui pousar com tranquilidade, numa clareira, em um local aberto. Poderia ter pousado em uma mata e me machucar, mas consegui pousar em local aberto", explicou.
Ele foi resgatado na manhã do dia seguinte, em uma fazenda, onde conseguiu checar depois de uma caminhada de aproximadamente duas horas.
 
O engenheiro pratica o esporte há cerca de sete anos e nunca havia sofrido nenhum acidente. Mas nesse dia ele disse que se arriscou, acreditando que a chuva, com rajadas de vento, ainda iria demorar, a ponto de dar tempo de fazer um sobrevoo curto pela cidade, no fim de tarde.
 
Ele fez curso para pilotar o equipamento e tem carteira da Associação Brasileira de Paramotor. O paratrike é a combinação do parapente com um trike - veículo motorizado.
 
A decolagem foi no aeroporto e a intenção era pousar na cidade, numa distância de cerca de 3 km. No entanto, o sobrevoo não deu certo como o planejado e a tempestade teve início quando ele estava no alto.
 
Osvaldo mora em Primavera do Leste e está em Porto Alegre do Norte a passeio, para passar o Natal com os parentes que moram na cidade.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Nilton Moreira

Coronavírus. Fé. Deus é Justo!

Deixamos de direcionar nossas metas de evolução e crescimento no âmbito da moral, e pior ainda, nos preocupamos com coisas materiais que não nos levam a nada, a não ser nos dar prazer e encantamentos, exaltando...

 
 
 
 
Sitevip Internet