Notícias / Policial

17/12/19 às 18:13 / Atualizada: 17/12/19 às 18:23

Funai e órgãos do governo realizam fiscalização na Terra Indígena Sararé em Mato Grosso

Assessoria de Comunicação Social / Funai com informações da CTL Pontes e Lacerda

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Funai e órgãos do governo realizam fiscalização na Terra Indígena Sararé em Mato Grosso

Nove pessoas foram presas em flagrante por retirada ilegal de madeira na TI Sararé

Foto: Acervo Funai

Em parceria com órgãos governamentais, a Funai realizou uma operação de fiscalização na Terra Indígena Sararé, município de Conquista do Oeste-MT. A operação visou inibir garimpos ilegais e extração ilegal de madeira no território ocupado pelo Povo Nambikwara. Foram presos em flagrante nove indivíduos por retirada de madeira sem licenciamento ou concessão de plano de manejo.
 
Participaram da operação servidores do Ibama, agentes da Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e membros do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso. Entre os dias 18 e 22 de novembro, as incursões pelos rios e na mata fechada apreenderam munições e armas de fogo encontrados nos acampamentos dos madeireiros e garimpeiros clandestinos. Houve também a inutilização de equipamentos, máquinas e balsas.
 
sarare c
Servidor da Funai durante a operação com órgãos de segurança (fotos: acervo Funai)
 
A equipe composta por 15 agentes e servidores utilizou seis viaturas, três barcos a motor e um caminhão. De acordo com a Coordenação Técnica Local Pontes e Lacerda (CTL), unidade da Funai que atende a Terra Indígena Sararé, a operação identificou evidência de circulação de veículos pesados dentro dos limites do território Nambikwara, o que evidencia atividades de exploração madeireira no local. Também de acordo com o relatório da CTL, o garimpo ilegal que funcionava em uma balsa foi inutilizado. Os garimpeiros fugiram pela mata às margens do Rio Sararé
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Nilton Moreira

Coronavírus. Fé. Deus é Justo!

Deixamos de direcionar nossas metas de evolução e crescimento no âmbito da moral, e pior ainda, nos preocupamos com coisas materiais que não nos levam a nada, a não ser nos dar prazer e encantamentos, exaltando...

 
 
 
 
Sitevip Internet