Notícias / Policial

17/12/19 às 08:44

Barra do Garças - Advogado preso suspeito de se masturbar na frente da filha já foi alvo de operação da PF contra pedofilia

G1 MT

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Barra do Garças - Advogado preso suspeito de se masturbar na frente da filha já foi alvo de operação da PF contra pedofilia

Prisão foi feita pela Polícia Civil em Barra do Garças

Foto: Divulgação

O advogado de 51 anos que foi preso suspeito de se masturbar na frente da filha dele, de 9 anos, em Barra do Garças, a 516 km de Cuiabá, já foi alvo de uma operação da Polícia Federal em Mato Grosso.
 
A prisão foi feita no sábado (14) e divulgada nessa segunda-feira (16) pela Polícia Civil depois que uma testemunha gravou um vídeo do crime e mostrou as imagens à polícia.
 
De acordo com a PF, à época, o advogado foi alvo de uma operação contra pedofilia.
 
Segundo a polícia, não será arbitrada fiança ao suspeito, pois há requisitos necessários para a decretação da prisão preventiva.
 
O advogado foi encaminhado para o batalhão da Polícia Militar em Barra do Garças.
 
Ele foi preso com base no Artigo 218-A do Código Penal, o qual estabelece que é crime "praticar, na presença de alguém menor de 14 anos, ou induzi-lo a presenciar, conjunção carnal ou outro ato libidinoso, a fim de satisfazer lascívia própria ou de outrem".
 
A pena de prisão pode ser de até quatro anos.
 
Outro lado
 
Em nota, a Ordem dos Advogados do Brasil em Mato Grosso (OAB-MT) informou que acompanha o caso e solicitou ao delegado que o advogado ficasse em sala de Estado Maior.
 
O advogado foi encaminhado ao Corpo de Bombeiros do município.
 
"A fim de garantir o respeito as prerrogativas do advogado, a OAB-MT acompanhará todos os procedimentos e, posteriormente, analisará a conduta ética do acusado", disse a OAB em nota.

Atualizada - O acusado foi apresentado para audiência de custódia, onde teve a prisão em flagrante convertida para preventiva.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • por Bruno Nelseu peters, em 18/12/19 às 15:55

    Essa o.a.b. em vez de expulsar, um elemento desses, de suas fileiras, vai pedir MORDOMIAS para esse canalha pois como advogado teria que saber mais que os outros o que é certo ou errado

 
 

veja maisArtigos

Nilton Moreira

Coronavírus. Fé. Deus é Justo!

Deixamos de direcionar nossas metas de evolução e crescimento no âmbito da moral, e pior ainda, nos preocupamos com coisas materiais que não nos levam a nada, a não ser nos dar prazer e encantamentos, exaltando...

 
 
 
 
Sitevip Internet