Notícias / Justiça

05/12/19 às 07:56

Defensoria Pública apresenta na quinta-feira resultado do Mutirão Carcerário na PCE

Márcia Oliveira | Assessoria de Imprensa/DPMT

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Defensoria Pública apresenta na quinta-feira resultado do Mutirão Carcerário na PCE

Presos da PCE em Ciuabá

Foto: Bruno Cidade

O Mutirão Carcerário feito pela Defensoria Pública de Mato Grosso na Penitenciária Central do Estado foi concluído e o relatório com o resultado dos trabalhos será apresentado à população, por meio de coletiva à imprensa, na tarde de quinta-feira (5/11), às 14h, na sede administrativa do órgão, no Centro Político Administrativo.

Durante a coletiva, a segunda defensora pública-geral, Gisele Berna e os defensores do Núcleo de Execução Penal (NEP), André Rossignolo e José Carlos Evangelista, apresentarão números, relatos e dois casos de prisão ilegal.Num deles, um cidadão ficou preso por um ano e sete meses, a partir do cumprimento de um mandado de prisão expedido para um nome completamente distinto do seu. A prisão se manteve mesmo após a solicitação de checagem das identidades e das digitais terem comprovado se tratar de pessoas distintas.

Esse caso aconteceu em Cáceres e a prisão foi em 22 de abril de 2018. O preso ilegalmente só conseguiu sua liberdade após o mutirão, no dia 25 de novembro de 2019.A atuação da Defensoria Pública no mutirão é tida como inédita por vários elementos, entre eles, o grande número de presos atendidos. Os dos Raios dos Trabalhadores, do 1, 2, 3 e do setor chamado de Shelter receberam visitas, informações e foram ouvidos por defensores, independente de terem advogados ou não.

Outra novidade foi a metodologia de trabalho aplicada, pois todos tiveram seus processos na Justiça avaliados antes do contato com o defensor, o que possibilitou que conhecessem quantos processos respondem, por quais crimes, em quais fases, entre outros dados. Eles também puderam fazer denúncias e a própria Defensoria, verificar a realidade, o que resultou num pedido de interdição parcial do local, na Justiça.
 
Imprimir Enviar para um amigo
 
 

veja maisArtigos

Nilton Moreira

Jesus pode até voltar...

   “Se me amais, guardai os meus mandamentos; e eu rogarei a meu Pai e ele vos enviará outro Consolador, a fim de que fique eternamente convosco: – O Espírito de Verdade, que o mundo não pode receber...

 
 
 
 
Sitevip Internet