Notícias / Educação

05/11/15 às 11:59

Mais de 85 mil estudantes vão realizar a Prova Brasil em MT

Eliana Bess

Seduc

Imprimir Enviar para um amigo
Após a grande mobilização para a edição 2015 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), chegou a vez dos estudantes do 5º e 9º anos do ensino fundamental de escolas públicas e privadas testarem seus conhecimentos. É que neste mês será realizada em todo o país a Prova Brasil, que avalia a qualidade do ensino com base em testes padronizados e questionários socioeconômicos. Em Mato grosso, a estimativa é de que quase 85.300 alunos façam a avaliação - que ocorre entre os dias 9 e 19 de novembro.

Do total, o maior número previsto, sendo 41.144, abrange estudantes do 5º ano. Do 9º ano são esperados aproximadamente 40.790 alunos. Os demais, cerca de 3.360 são do ensino médio que farão a prova considerada amostral em algumas escolas. Já os alunos de escolas indígenas estão isentos da prova.

 
Nesta reta final, a recomendação dos organizadores para a gestão escolar é de cada unidade ultime os preparativos, como simulados, para deixar os alunos familiarizados com a avaliação, especificamente ao formato da prova, que tem prazo de 2h30 para conclusão. 
 
A aplicação ocorre no horário normal das aulas, de modo que até o intervalo tudo deva estar organizado. A orientação também é para que nenhuma atividade extra seja programada para estas datas, a fim de não coincidir com o desenvolvimento da prova.
 
Prova Brasil
 
Para os estudantes, as questões envolvem as disciplinas de língua portuguesa, com foco na leitura, e matemática, com foco na resolução de problemas. No questionário socioeconômico eles fornecem informações sobre fatores de contexto que podem estar associados ao seu desempenho.
 
A avaliação é obrigatória, inclusive para alunos com deficiência que terão ao seu dispor recursos apropriados, como prova ampliada (macrotipo 18), com base nos dados informados no Censo Escolar. Outros auxílios como leitor, transcritor, intérpretes de libras e de leitura labial são de responsabilidade da própria escola em oferecer.
 
Nestes casos, as provas devem ser aplicadas em espaço exclusivo, com professores especializados nos atendimentos. Um aplicador adicional também atuará durante a prova, para supervisionar e fiscalizar o processo e assim, garantir que a aplicação da avaliação ocorra de forma padronizada e sigilosa.
 
Também conhecida como Avaliação Nacional do Rendimento Escolar (Anresc), a Prova Brasil foi criada em 2005 pelo Ministério da Educação sendo um dos componentes para o cálculo do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Serve para traçar um diagnóstico das ações desenvolvidas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep/Mec), assim como o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb).
 
De acordo a assessora técnica pedagógica da Coordenadoria de Ensino Fundamental da Seduc, Maria Aparecida Toló, o envolvimento de todos é muito importante para que os resultados do Saeb possam ser apurados com qualidade. "Esses dados ajudarão a escola, as secretarias de Educação e o Ministério da Educação a melhorar a qualidade do ensino no País", pontua.
 
Os dados também ficarão disponíveis para toda a sociedade que, a partir dos resultados, pode acompanhar as políticas implementadas pelas diferentes esferas de governo. Além de ser observado o desempenho específico de cada rede de ensino e do sistema como um todo das escolas públicas urbanas e rurais do país.
 
Gestores e professores
 
Mais do que preparar os estudantes para a Prova Brasil, as escolas devem estar atentas em relação ao questionário que visa a coleta de dados demográficos, perfil profissional e condições de trabalho.
 
Caberá aos diretores e professores de Língua Portuguesa e Matemática das escolas e turmas avaliadas responderem às perguntas. "Por isso, é imprescindível a presença destes profissionais nas respectivas unidades escolares, uma vez que farão o preenchimento do mesmo, enquanto os alunos realizam a prova", alerta Maria Aparecida.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Nilton Moreira

Estrada Iluminada - Pessoas que estavam lá!

Alguns têm certeza. Outros não acreditam. A maioria suspeita de que possa existir, e outros tantos preferem não se questionar. Estou falando de vidas...

 
 
 
 
Sitevip Internet