Notícias / Governo de MT

04/11/15 às 08:13

Governo visita Estados referência em Irrigação para firmar Cooperação

Potencial de produção de frutas e legumes do Estado pode dobrar com irrigação

Assessoria

Imprimir Enviar para um amigo
Com o objetivo de implantar em Mato Grosso um programa de irrigação, o governo do Estado fez uma expedição para conhecer casos de sucesso em Pernambuco e Bahia, nordeste do país. Representantes da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer-MT), secretarias de Agricultura (Seaf), de Meio Ambiente (Sema), e de Desenvolvimento Econômico (Sedec), Gabinete de Articulação e Desenvolvimento Regional, e Ministério da Integração Nacional (MI) estiveram juntos na visita que durou uma semana, entre os dias 25.10 e 01.11.

O impacto econômico da irrigação vai além de melhorar a qualidade e a quantidade da produção, gera emprego e renda. “O setor de agricultura irrigada emprega diretamente 120 mil pessoas. Só uma propriedade de 15 hectares de produção de uva, visitada na expedição, emprega 65 pessoas”, explica o diretor de extensão da Empresa, Rogério Monteiro Costa e Silva.

O engenheiro florestal Silva conta ainda que, mesmo com as dificuldades do bioma da caatinga, a região mais seca do país supera as expectativas de produção por conta da chegada da água. Há locais em que há 18 cm de solo, e embaixo, rocha, e mesmo assim a inciativa deu certo para a olericultura, afirma.

A iniciativa visa atender os municípios do Vale do Rio Cuiabá com os recursos hídricos da região do Manso. O método piloto seria o transporte da água pela gravidade, diminuindo custos com energia elétrica em razão do não bombeamento. Em uma das estações de bombeamento visitadas, a vazão alcançada é de 7.500 litros por segundo.

Com a tecnologia da irrigação podemos dobrar o potencial de produção do Estado.O nosso maior obstáculo é não conseguir produzir frutas e legumes o ano todo, apenas na época das chuvas.Este é o diferencial de outros Estados que investiram na irrigação, e que tem produtos em quantidade e periodicidade para abastecer todo o país, afirma o presidente da Empaer, Layr Mota.

“É inadmissível que com todo o nosso potencial hídrico, de solo e de vocação para a agricultura, que nós tenhamos que continuar importando 70% do que a população consome”, avalia o secretário de agricultura, Suelme Fernandes.

A visita deve gerar um Termo de Cooperação entre o Governo de Mato Grosso, e a Companhia de Desenvolvimento do Vale do Rio São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) para troca de experiências e estudos técnicos, a fim de consolidar um plano de irrigação.

A Codevasf é uma empresa pública brasileira, destinada ao fomento do progresso das regiões ribeirinhas dos rios São Francisco e Parnaíba e de seus afluentes. A região já tem uma política de irrigação iniciada na década de 50, com a Comissão do Vale do São Francisco (CVSF). Em 1974 foi criada a Codevasf com o seu objetivo atual, ligada à Secretaria Nacional de Irrigação.
  • Governo visita Estados referência em Irrigação para firmar Cooperação
  • Governo visita Estados referência em Irrigação para firmar Cooperação
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Nilton Moreira

Estrada Iluminada - Não temos para onde fugir

            Neste momento de dificuldade que estamos todos passando e que o maior atingido na insegurança é o rico, pois que este além de sentir o pavor eminente da tristeza...

 
 
 
 
Sitevip Internet