Notícias / Policial

15/11/19 às 08:11 / Atualizada: 15/11/19 às 08:20

Santa Helena de Goiás - Mãe presa suspeita de matar o filho enforcado é 'extremamente fria' e ligou para polícia após o crime, diz delegado

Sílvio Túlio e Gabriel Garcia, G1 GO e TV Anhanguera

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Santa Helena de Goiás - Mãe presa suspeita de matar o filho enforcado é 'extremamente fria' e ligou para polícia após o crime, diz delegado

Mulher é presa suspeita de matar o filho enforcado no quintal de casa, em Santa Helena de Goiás

Foto: Gabriel Garcia/TV Anhanguera

A Polícia Civil informou que a mulher de 29 anos presa suspeita de matar o filho, de 6, enforcado, ligou para a corporação logo em seguida para relatar o crime. A criança foi encontrada no quintal de casa, em Santa Helena de Goiás, região sudoeste do estado. De acordo com o delegado Dannilo Proto, a mãe não demonstra arrependimento.
 
"Ela confessou a execução do próprio filho durante a madrugada e na parte da manhã ligou pra nós avisando. Ela é uma pessoa extremamente fria, pelo interrogatório dela, confessou toda prática criminosa", disse.
 
A mulher foi detida na manhã de quinta-feira (14) e, conforme a polícia, disse que agiu em um 'estado de fúria'. O menino apresentava marcas de agressão e esganadura.
 
O delegado afirmou ainda que a mulher figura em mais uma ocorrência relacionada à morte de outro filho dela, também pequeno, no ano passado.
 
Menino foi encontrado morto dentro de casa — Foto: Gustavo Garcia/TV Anhanguera
Menino foi encontrado morto dentro de casa — Foto: Gustavo Garcia/TV Anhanguera
 
"Puxando os antecedentes criminais dela, ela teve um outro filho que, segundo ela, na época, ela dormiu em cima do filho que também era criança, e o filho veio a óbito nessa oportunidade", revela Proto.
 
O responsável pelo caso disse que logo após o crime, ela despiu o menino e ateou fogo às roupas dele.
 
Em seguida, a mulher foi amamentar o outro filho, recém-nascido, na calçada, enquanto olhava as roupas em chamas. O bebê foi entregue ao Conselho Tutelar e, posteriormente, encaminhada a um abrigo.
 
"A gente chegou e ela estava sentada na calçada amamentando a criança, no momento que a gente pegou a criança, a polícia já levou ela. Nós retiramos e levamos pra um abrigo até localizar o pai ou algum parente mais próximo para poder estar entregando", afirma a conselheira tutelar Anarele Faria Silva.
 
A mulher foi autuada em flagrante pelo homicídio e encaminhada para o presídio de Santa Helena de Goiás.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Fernando Rizzolo

A Exclusão e o Pancadão

Uns anos atrás, escrevi um artigo sobre a repressão praticada pelos seguranças dentro dos shoppings centers em São Paulo, uma vez que não permitiam que grupos de jovens da periferia, que marcavam encontros chamados...

 
 
 
 
Sitevip Internet