Notícias / Meio Ambiente

05/11/19 às 12:39 / Atualizada: 05/11/19 às 12:46

Conferência Brasileira de Mudança do Clima é o último grande evento da temática esse ano no Brasil

Alterações na COP25 não interferem na programação e desenvolvimento do evento no Recife

Vera Moreira Comunicação

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Tem início nesta quarta-feira (6), a 1ª Conferência Brasileira de Mudança do Clima. O evento, que vai até o dia 8 de novembro, reunirá, em Recife, empresas, governos subnacionais e organizações da sociedade civil para reforçar a necessidade de ampliação e implementação de ações concretas que mitiguem os efeitos das mudanças climáticas e catalisem suas oportunidades.

O encontro, que precede a 25ª Conferência de Partes da ONU para o Clima (COP25), mantém sua programação apesar das recentes mudanças em relação ao encontro mundial, e será o último grande evento na área de soluções climáticas em 2019 no Brasil.

A Conferência Brasileira de Mudança do Clima será correalizado por: Centro Brasil no Clima, DIEESE, FAS (Fundação Amazônia Sustentável), EAESP/FGV, ICLEI, IPAM, Instituto Ethos, Projeto Saúde e Alegria, Rede Brasil e WWF-Brasil.

Durante três dias, a CBMC levará a diferentes locais do bairro do Recife Antigo (centro da capital pernambucana) diversas discussões, anúncios e atividades artísticas e culturais relacionados a este, que é o maior desafio da humanidade: o combate às mudanças climáticas.

De acordo com a especialista em Mudanças Climáticas do WWF-Brasil, Renata Camargo, a Conferência é importante para fortalecer as ações, os compromissos e as relações entre os diferentes setores da sociedade brasileira. A conferência se realiza em um contexto no qual a governança da política climática em nível federal tem sido desmontada, tornando ainda mais relevante e estratégico o envolvimento da sociedade no combate às mudanças climáticas.

“Governos subnacionais, empresas, universidades, organizações da sociedade civil estão se comprometendo, cada vez mais com a implementação de ações de redução de emissões. E esse é um movimento importante para mostrar ao mundo que a sociedade brasileira está atenta à urgente necessidade de agir em relação à emergência climática”, afirma Renata.

A Conferência Brasileira de Mudança do Clima terá mais de 50 painéis e vários lançamentos como: Inventário de Emissões de Pernambuco, Plano de Adaptação da Cidade do Recife, nova versão do MapBiomas, mobilização de signatários para a Declaração de Recife, Declaração do Consórcio Nordeste, estudos e documentários, caminhada pelo clima, Assembleia dos Povos Indígenas e reuniões oficiais do Consórcio Nordeste, ABEMA e Anama.

Entre os inúmeros destaques da programação, o WWF-Brasil é um dos responsáveis por quatro eventos que visam fortalecer a discussão ambiental em diferentes setores, como empresas, juventude, comunicação e empoderamento feminino. Confira abaixo:

Quinta-feira, 07 de novembro
 
Grafite de jovens sobre mudanças climáticas

07/11 – durante o dia todo.
Nos últimos tempos, a juventude mundial tem se interessado e se posicionado cada vez mais sobre as mudanças do clima. Afinal, é o futuro deles que está em jogo. Pensando nisso, o WWF-Brasil, com o apoio da Celpe e da Prefeitura de Recife, decidiu realizar uma oficina sobre mudanças climáticas para alunos do colégio de Santa Anna, de Olinda/PE, seguida de uma ação de grafite em um painel sobre o tema que ficará como um legado para Recife. O colégio foi um dos participantes do projeto de educação ambiental Festival Tô Ligado na Energia, promovido no estado pela Celpe e que tem o WWF-Brasil como executor. O parceiro local, tanto para a atividade de grafite quanto para o Festival, é o Instituto Cores do Amanhã, ONG muito conhecida em Recife por seu trabalho com crianças e mulheres da periferia da cidade.

Painel - Desafios da comunicação ambiental no cenário de mudança do clima: novos olhares e soluções para a comunicação

07/11 – das 11h às 13 no Paço do Frevo
Um dos principais desafios da comunicação para as mudanças climáticas é chegar nos diferentes públicos, relacionando o grande desafio de manter um clima seguro para as pessoas e para o planeta com as outras inúmeras prioridades do nosso dia-a-dia. A partir disso, o grupo de trabalho de Comunicação da CBMC, do qual o WWF-Brasil é uma das organizações integrantes, decidiu abrir o tema de clima para outras áreas que, não necessariamente, tratam do assunto. Estarão na mesa de discussão representantes de temas como mobilidade, juventude, mulheres e trabalho, tentando traçar juntos como é possível falar de clima dentro destes diferentes temas.

Painel - Crise e liderança: como as mulheres estão solucionando desafios da agenda climática

07/11 - das 16h às 18h no espaço ETE Porto Digital
Painelistas: Joênia Wapichana, Deputada Federal (RR); Jo Pereira, Deputada Estadual (AL); Raquel Lyra, Prefeita de Caruaru (PE); Edilena Torino Krikati, coordenadora da Articulação de Mulheres Indígenas do Maranhão (AMIMA) e conselheira da Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (COIAB); Marina Barros, Instituto Alziras; Moderação: Natalie Unterstell, Talanoa.

Sexta-feira, 08 de novembro
 
Cinedebate: Nosso Planeta, Nossos Negócios

08/11 – das 9h ao 11h30 no espaço SinsiPire
É consenso entre especialistas da área de clima que o setor privado é um dos principais atores que podem reverter a curva de emissões de Gases de Efeito Estufa e, assim, possibilitar um futuro de clima seguro para os próximos anos. Para discutir o tema de forma lúdica e visual, será exibido o documentário Our Planet, Our Business (produção da Netflix em parceria com o WWF internacional). Em seguida, representantes de grandes empresas brasileiras vão realizar uma breve discussão sobre os tópicos abordados no filme, informações sobre suas empresas e a importância do setor privado na ação climática no Brasil.
 
Para informações e inscrições para a Conferência Brasileira de Mudança do Clima, acesse: www.climabrasil.org.br
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Fernando Rizzolo

New Deal no Brasil

Bairro simples da periferia. O cheiro de café ainda estava pela cozinha e transpunha a sala com móveis simples, um sofá velho e uma antiga televisão que tinha em cima dela algumas xícaras, daquelas que têm o...

 

Enquete

Se a eleição para presidente tivesse Jair Bolsonaro e Sérgio Moro como candidatos, em quem você votaria?

 
 
 
Sitevip Internet