Notícias / Agricultura

11/10/19 às 16:14 / Atualizada: 11/10/19 às 16:20

Safra 19/20 inicia com registro de furto de defensivos agrícolas no Médio Araguaia

Por AGR Notícias

Imprimir Enviar para um amigo
Safra 19/20 inicia com registro de furto de defensivos agrícolas no Médio Araguaia

Furto frustrado de defensivo agrícola no ano de 2017 no município de Canarana. Bandidos abandonaram a caminhonete com a carga porque atolaram na lavoura durante a fuga.

Foto: Arquivo J. O Pioneiro

Até há poucos anos, os crimes de roubo na região do Médio Araguaia tinham apenas um setor como vítima. No dia 05 de janeiro de 2010, bandidos armados roubaram o Banco do Brasil de Canarana-MT. Em março de 2011, o roubo foi no Banco do Brasil de Querência-MT. Desde então, os assaltos à instituições financeiras na modalidade ‘Novo Cangaço’ foram diminuindo. Porém, outro tipo de crime, bem mais lucrativo e menos arriscado para os criminosos, disparou na região e em todo o Estado: o furto de defensivos agrícolas. A polícia acredita que as quadrilhas estão migrando e tendo como alvo o setor que move a economia do Mato Grosso.

O último caso ocorreu em uma fazenda no interior de Canarana no sábado, dia 04 de outubro de 2019. Os ladrões levaram herbicidas e fungicidas e deixaram um grande prejuízo para o produtor. Não houve reféns, nem troca de tiros. O dono percebeu o furto somente na manhã do dia 05 (domingo), quando viu o barraco em que guardava os defensivos arrombado. O caso está sendo investigado pela polícia.

Conforme levantamento realizado pelo J. O Pioneiro, de acordo com o histórico de notícias de furtos de defensivos na região do Médio Araguaia nos últimos cinco anos, o prejuízo entre produtores e revendas ultrapassa os 20 milhões de reais. As quantias e valores variam. Somente em uma revenda localizada na cidade de Querência, foram levados R$ 5 milhões em produtos no ano de 2015.  Já um produtor arrendatário do município de Canarana, teve 150 mil reais em produtos levados de sua fazenda no final de 2018.

Conforme o produtor rural e comerciante do ramo agrícola, Pércio Cancian, em média o agricultor investe mais de R$ 500,00 em defensivos agrícolas por hectare. “A minha previsão é investir cerca de R$ 550,00 por hectare, na soja tecnologia Intacta, com defensivos para soja, entre inseticidas, herbicidas, fungicidas e adjuvantes, sem considerar nematóides e micronutrientes”, disse Cancian. 
Pelas projeções, os municípios de Querência, Canarana, Gaúcha do Norte, Água Boa e Ribeirão Cascalheira, irão plantar na atual safra aproximadamente um milhão de hectares com soja. Somente nesses cinco municípios do Médio Araguaia, o investimento em defensivos será superior e meio bilhão de reais. É neste montante que as quadrilhas estão de olho. 

Para se proteger, revendas e produtores estão investindo em segurança, o que envolve contratação de guardas armados, sistemas de vigilância sofisticados e a instalação de nanochips, com objetivo de rastrear os produtos em caso de furto. Isso resultado em mais custos para o setor, que até então não conseguiu acabar com os furtos milionários.

Num viés apaziguador da situação, empresas especializadas em estocagem e transporte escalonado de defensivos agrícolas estão se instalando na região do médio araguaia. Estas empresas prestam serviço tanto para as revendas, quanto para os produtores. Elas levam para a fazenda somente o que será utilizado num determinado tempo, não deixando estoque. Até o segundo semestre de 2020, pelo menos quatro delas já estarão em funcionamento em Canarana e Querência.

Orientações

A Aprosoja-MT orienta os produtores a não guardar os defensivos em barracos de madeira e não usar cadeado para o lado de fora do barracão. Orienta ainda construir um depósito em local que seja possível contato visual permanente, colocar cerca de arame ao redor, deixar alguém responsável no local, construir guarita e identificar quem entra na propriedade, verificando a ficha dos funcionários na polícia e manter sigilo do que há na fazenda.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Fernando Rizzolo

New Deal no Brasil

Bairro simples da periferia. O cheiro de café ainda estava pela cozinha e transpunha a sala com móveis simples, um sofá velho e uma antiga televisão que tinha em cima dela algumas xícaras, daquelas que têm o...

 

Enquete

Se a eleição para presidente tivesse Jair Bolsonaro e Sérgio Moro como candidatos, em quem você votaria?

 
 
 
Sitevip Internet