Notícias / Acidentes

06/07/15 às 09:01

Araguaia: Buracos causam prejuízos na BR-158

Francis Amorim / RDnews

Imprimir Enviar para um amigo
Araguaia: Buracos causam prejuízos na BR-158

Foto: O Pioneiro

 Buracos, acidentes, prejuízos materiais e a incerteza da conclusão das obras de pavimentação. Essa é a realidade da principal artéria do Vale do Araguaia, a BR-158, que corta as regiões leste e nordeste de Mato Grosso. Neste período pós-chuvas a situação piorou e o que se vê é um rastro de destruição do asfalto construído com muito sacrifício das lideranças políticas do Estado.

O tom de revolta com a paralisação das obras aumenta a cada dia. Motoristas que trafegam pela rodovia não escondem a insatisfação. Muitos consideram a BR-158 como uma das piores do país. Dos 800 km de Barra do Garças a Vila Rica, na divisa com o Pará, alguns trechos estão conservados, outros, porém, são cobertos pelos buracos e 180 km são ainda são de terra.

 O deputado estadual Baiano Filho (PMDB), está acompanhando o drama vivido pela região. Segundo ele, uma audiência foi solicitada pelo senador Blairo Maggi (PR) com a ministra da Agricultura Kátia Abreu e com a Funai para cobrar agilidade no processo de licenciamento ambiental, um dos entraves para a retomada das obras.

 "O DNIT nos garantiu que licita os dois lotes restantes no segundo semestre, mas, sem a licença a obra não pode ser iniciada. Estamos mobilizando uma caravana de prefeitos por meio da Associação dos Municípios do Araguaia, a bancada federal de Mato Grosso e a presença do governador Pedro Taques (PDT) que está preocupado com a situação. Esperamos por uma solução rápida", espera.

 Traçado
 Além da licença ambiental, um outro entrave emperra a continuidade das obras da 158: o desvio de 60 km no traçado original da BR. Com a criação da Terra Indígena Marãiwatsédé, a antiga Suiá-Missu, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) foi obrigado a alterar o projeto, o que demandou tempo e mobilização do governo do Estado e da bancada federal.

 Com o novo projeto, a BR-158 deixa o traçado em linha reta para dar lugar a uma curva no sentido à direita, passando pelas cidades de Bom Jesus do Araguaia, Nova Serra Dourada e Alto Boa Vista, aumentando em 60 km a distância de Barra a Vila Rica. Neste trecho, será preciso o envolvimento da Funai justamente pela criação da Terra Indígena, uma competência daquele órgão.

 Prejuízos
"Nós rodamos por todo o Brasil e as piores estradas estão no Mato Grosso, sendo uma delas a BR-158", disse revoltado o caminhoneiro Igor Schubert, de 35 anos, de Maringá (PR), que ajudava o amigo Mario Henrique, de 40 anos, também residente em de Maringá, que tinha sido mais uma vítima de um buraco próximo a Ribeirão Cascalheira, que danificou a roda de sua carreta.

 "Estou no meio do nada, sem assistência, sem sinal de celular e com meu caminhão quebrado", esbravejava Mario, que se deslocava de Querência com destino à Goiânia com um carregamento de calcário.

 O acidente com o motorista paranaense foi apenas um dos vários que tem ocorrido nos últimos 30 dias na BR-158. Vários acidentes foram provocados pelos buracos que apareceram durante o período chuvoso e que ainda não receberam à atenção do DNIT, entre eles, o tombamento de um caminhão transportando bebidas com a perda total da carga.

 "Nossa expectativa é para uma solução urgente, caso contrário, vamos promover uma grande mobilização regional para pressionar o governo federal a concluir uma obra é que considerada o principal fator para o desenvolvimento do Araguaia", destaca Baiano Filho. (Colaboração O Pioneiro/Canarana
  • Araguaia: Buracos causam prejuízos na BR-158
  • Araguaia: Buracos causam prejuízos na BR-158

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Nilton Moreira

Estrada Iluminada - Heranças, negócios...

         É normal darmos importância ao que acontece no âmbito de nosso campo de visão, os chamados acontecimentos físicos para os quais normalmente estamos preparados para...

 

Enquete

Você votaria em Bolsonaro ou em Lula se as eleições fossem hoje?

 
 
 
Sitevip Internet