Notícias / Meio Ambiente

07/10/19 às 07:29

Operação Verde Brasil: 370 focos de incêndio são combatidos na Amazônia Oriental nos últimos 40 dias

Comando Conjunto Norte, Defesa Net

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Operação Verde Brasil: 370 focos de incêndio são combatidos na Amazônia Oriental nos últimos 40 dias

Foto: Comando Conjunto Norte

Militares do Comando Conjunto Norte, formado pelo Comando Militar do Norte, pelo 4º Distrito Naval e pela ALA 9, reforçados por integrantes de agências governamentais, combateram 370 focos de incêndio e apreenderam 14 itens de materiais diversos considerados irregulares, 3.582 metros cúbicos de madeira ilegal, além de deter pessoas envolvidas em ilícitos ambientais, na área da Amazônia Oriental.

Os dados são o resultado dos quase 40 dias da Operação Verde Brasil nos estados do Pará, Amapá, Maranhão e Tocantins. Os trabalhos ocorrem em conjunto com agências federais, estaduais e municipais.



O Comando Conjunto Norte, com um efetivo superior a cinco mil militares e civis, trabalha desde o dia 24 de agosto para combater focos de incêndio e crimes ambientais, em sua área de responsabilidade, sendo apoiado por seis aeronaves militares e 12 embarcações, além de quatro aeronaves civis chilenas que somam esforços para a eficácia da Operação Verde Brasil.

No período, foram empregadas mais de 400 horas de voo para o combate às queimadas, para os reconhecimentos de áreas estratégicas e para o mapeamento de focos de calor na Amazônia Oriental.

As quatro aeronaves chilenas voaram por 138 horas e realizaram 105 surtidas, com 374 ataques aos focos de incêndio. Atualmente, três delas estão em Palmas, capital do Tocantins, para auxiliar as tropas locais no combate às chamas naquela região.



Bases avançadas

Para intensificar os trabalhos das Forças Armadas, o Comando Conjunto Norte está desdobrado em dez bases avançadas, em sua área de responsabilidade, a saber: Tapajós, Serra do Cachimbo, Trincheira-Bacajá, Xinguara, Canaã dos Carajás, Redenção e São Félix do Xingu, todas no estado do Pará; no Amapá: Tartarugalzinho; no Maranhão: Mirador; e no Tocantins: Ilha do Bananal.



Trabalho conjunto

Na Operação Verde Brasil, os militares das Forças Armadas trabalham em conjunto com agências federais, estaduais e municipais, como Polícias Militares, Polícias Civis e Corpos de Bombeiros Militares dos estados da área de responsabilidade, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Força Nacional de Segurança Pública, Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) e Fundação Nacional do Índio (FUNAI).


 
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Fernando Rizzolo

A Exclusão e o Pancadão

Uns anos atrás, escrevi um artigo sobre a repressão praticada pelos seguranças dentro dos shoppings centers em São Paulo, uma vez que não permitiam que grupos de jovens da periferia, que marcavam encontros chamados...

 
 
 
 
Sitevip Internet