Notícias / Assembleia Legislativa MT

20/09/19 às 15:39

Dr. Eugênio abre discussão sobre importância da conscientização e cuidados com a alergia alimentar

“Debate poderá ajudar na orientação com os cuidados que devem ser tomados em casos de alergia alimentar”.

Diego Saporski, assessoria

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Dr. Eugênio abre discussão sobre importância da conscientização e cuidados com a alergia alimentar

Foto: Assessoria

A Audiência Pública que debateu a alergia alimentar na Assembleia Legislativa de Mato Grosso, nesta sexta-feira (20), abriu a discussão sobre a importância da conscientização e dos cuidados com casos de alergia alimentar.  O deputado Dr. Eugênio, que é médico anestesiologista  e requerente da proposta, falou durante a audiência sobre a importância do debate para a saúde, “A discussão deve ser levada até a população, pois além de muito importante é questão de uma saúde com qualidade”, disse o parlamentar.

Autor também da proposta legislativa nº 842/2019 que institui a obrigatoriedade de alimentação especial para portadores de necessidades nutricionais, o deputado fez uma divulgação maciça nas redes sociais e veículos de imprensa mostrando a importância do debate com toda a sociedade.

De acordo com o PL,  a normativa deverá ser desenvolvida em todos os níveis da instrução, desde a educação infantil, ensino fundamental, médio, técnico e universitário existentes no estado. Caberá aos pais ou responsáveis pelo aluno informar por escrito a direção da escola ou, em caso de terceirização da cantina, a pessoa que é responsável pela distribuição ou venda de qualquer alimento junto ao estabelecimento de ensino, de forma a evitar eventual distribuição de algum alimento restrito a este estudante.

Caso não haja a distribuição gratuita de merenda escolar pelo estabelecimento de ensino, havendo tão somente a venda de gêneros alimentícios nas cantinas, caberá ao estabelecimento de ensino providenciar a disponibilização de alimentação especial para tal fim em sua sede.  Esse projeto e outros deverão ser discutidos nas próximas audiências.

Além do deputado, especialistas da área palestraram e falaram sobre o assunto. Leda Alves é mãe de filhos alérgicos e contou sua experiência, “A alergia alimentar é muito mais complicada do que pensamos. Ver seu filho sofrendo até descobrir o real motivo não é fácil. Os médicos devem tomar muito cuidado com a realização de vários exames para que a alergia seja constatada corretamente”, explicou Leda.

Agnes Saraiva Bezerra que é advogada na área da saúde e membro consultivo da comissão de saúde da Organização dos Advogados do estado do Ceará e também mãe de alérgico falou da transformação em sua vida com a notícia da alergia de um filho e sobre seu projeto nas redes sociais, “A gente sempre ouve que “ Um filho nos torna melhor!”. A verdade é que um filho nos modifica. Transforma nossa visão de mundo. Nos deixa mais conscientes e preocupados com o que iremos deixar de aprendizado. Até o diagnóstico, eu nunca tinha ouvido falar de APLV - Alergia a Proteína do Leite de Vaca. E na internet era tanto material, mas eu continuava com aquelas dúvidas de Mãe: - APLV mata? APLV tem cura? Quais os direitos de uma criança alérgica? E percebia que eram dúvidas comuns de outras Mães. Então, pensei: “ Que tal fornecer um material de qualidade, mais simples?”. Só que tinha outra coisa que me incomodava... “ Como esse material poderá chegar no interior, não ficar apenas na capital?” Então, há 6 meses surgiu o Diário APLV. Um projeto gratuito nas redes sociais com dicas, dúvidas jurídicas, entrevistas de profissionais, tudo com aquele ar bem de Mãe. O que era pra ser uma fraqueza me tornou forte para querer mudanças, a lutar por um mundo mais inclusivo”.

Ana Carolina Sousa San, médica e especialista titular em alergia e imunologia pela Associação Brasileira de Alergia e Imunologia, Lanna Beatrice Tavares Maluf, médica especialista em pediatria e gastropediatria, Cristiane Marques Caldeira, consultora, palestrante e consultora em educação positiva e coach familiar e Aldemir Soares Mangabeira Júnior, presidente do Conselho Regional de Nutrição, também palestraram durante a audiência pública.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Fernando Rizzolo

Vinho chileno com sabor de rebeldia

Já fui melhor nisso. Uns dez anos atrás, eu era um apreciador de vinhos. Na época, isso era uma espécie de moda, e, de todos os vinhos, o que eu menos apreciava era o chileno. Talvez em razão do meu paladar mais...

 

Enquete

Se a eleição para presidente tivesse Jair Bolsonaro e Sérgio Moro como candidatos, em quem você votaria?

 
 
 
Sitevip Internet