Notícias / Agricultura

04/09/19 às 15:08

Cáceres - Empaer avalia espécies comerciais de banana recomendadas à agricultura familiar

O cultivo e a produção de banana da terra estão entre os principais segmentos agrícolas da nossa economia, fazendo parte de um agronegócio eficiente na agricultura familiar

Rosana Persona | Empaer-MT

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Cáceres - Empaer avalia espécies comerciais de banana recomendadas à agricultura familiar

Cultivares mais produtivas e resistentes às principais doenças fúngicas, como a Sigatoka Negra.

Foto: Empaer

Há 20 anos realizando a avaliação de cultivares de bananeira no Estado de Mato Grosso, o pesquisador da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), Humberto Carvalho Marcílio, apresenta uma Unidade Demonstrativa (UD) com uma coleção de 50 cultivares de banana dos tipos Maçã, Prata, Nanica, Terra e outras. O trabalho de pesquisa é realizado no Centro Regional de Pesquisa e Transferência de Tecnologia (CRPTT) da Empaer, no município de Cáceres. O objetivo é identificar cultivares com características agronômicas e comerciais que possam ser recomendadas aos agricultores familiares.

De acordo com Humberto, esse é um trabalho em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), que inseriu o Estado na Rede Nacional de Avaliação de Cultivares de Plátano (banana da terra). Ele explica que a finalidade principal do trabalho é apoiar o processo de desenvolvimento da bananicultura de subsistência e comercial, com ações de pesquisa para selecionar cultivares mais produtivas e resistentes às principais doenças fúngicas, como a Sigatoka Negra.

“O cultivo e a produção de banana tipo Terra estão entre os principais segmentos agrícolas da nossa economia, fazendo parte de um agronegócio eficiente na agricultura familiar. O cultivo da banana da terra é feita predominantemente com a cultivar Farta velhaco, sendo bastante utilizada na gastronomia mato-grossense em diferentes tipos de pratos tradicionais da culinária”, esclarece.

Marcílio explica que apesar das boas condições para o cultivo de plátanos no Estado, houve uma redução da área plantada, ocasionada principalmente pela utilização de cultivares que apresentam baixo potencial produtivo e suscetibilidade às doenças e pragas, constituindo uma das principais causas do declínio no rendimento da bananicultura no estado de Mato Grosso.



O pesquisador Humberto declara que o cultivo de banana da terra está entre os principais segmentos agrícolas da economia

Entre os trabalhos realizados no Centro de Cáceres, o pesquisador também mostra o sistema de plantio adensado, que é uma estratégia para aumentar a produtividade, além de melhorar o aproveitamento da mão-de-obra, insumos e reduzir custos com o controle de plantas invasoras. Durante a pesquisa com a bananeira Farta velhaco, foi selecionada a densidade de 2.667 plantas por hectare como a melhor alternativa para o plantio adensado em cultivo anual, pois além de aumentar consideravelmente a produção, manteve a boa qualidade dos frutos, atendendo as exigências do mercado regional.

Segundo Marcílio, para a utilização do plantio adensado é necessário que as condições de solos sejam favoráveis (textura mista, profundidade, bom teor de matéria orgânica e boa drenagem) e que sejam aplicadas práticas culturais de correção do solo e adubação. Ele destaca que é importante seguir as recomendações para a cultura e viabilizar a instalação de um sistema de irrigação. “O adensamento promove maior competição entre as plantas por fatores de crescimento, como água, luz e nutrientes”, adverte.

A Empaer mantém uma coleção de cultivares de bananeiras dos tipos Maçã, Prata, Nanica, Terra e outras, com mais de 50 genótipos, com a finalidade de demonstrar para produtores, alunos de escolas agrícolas e universidade s diferentes tipos de bananeiras e suas características agronômicas. As mudas de banana são oriundas da área de melhoramento genético e biotecnologia da Embrapa. 

O pesquisador explica que a banana é a principal fruta produzida no mundo e a segunda fruta em volume produzido no Brasil, com 6,7 milhões de toneladas de frutos colhidos (IBGE,2019). No Estado de Mato Grosso a banana é a principal fruta, com uma produção de 75 mil toneladas em uma área de 6.724 hectares (IBGE, 2017). “Não se sabe quanto desse total corresponde às bananas do Tipo Terra, ou seja, banana de cozinhar, conhecidas mundialmente como “plátanos”, enfatiza.



Pesquisa realizada com cultivares de banana dos tipos Maçã, Prata, Nanica, Terra 

Visita técnica sobre o cultivo da banana da terra

Para demonstrar os trabalhos de pesquisa e as novas tecnologias adotadas no cultivo de bananeira tipo Terra, no dia 11 de outubro será realizada uma visita técnica no Centro de Cáceres. Os participantes percorrerão cinco estações, que abordarão os seguintes temas: controle biológico de baixo custo de pragas e doenças da bananeira, Rede Nacional de Avaliação de Plátanos, genótipos promissores para o Estado, cultivo adensado, controle biológico da broca da bananeira e controle químico da Sigatoka Negra .
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Dr. Rosário Casalenuovo Júnior

Queimada e tempo seco não são os agentes principais das doenças respiratórias

As clínicas de otorrinolaringologista e pneumologia ficam cheias nesta época do ano. Crianças e idosos sofrem para dormir, principalmente devido à baixa resistência do organismo, fato que provoca com facilidade...

 
 
 
 
Sitevip Internet