Notícias / Notícias Gerais

25/10/15 às 15:08

Índio é baleado no peito e morador leva flechada após confronto em MT

Indígena de 19 anos foi socorrido pelo Samu ao Pronto-Socorro de Cuiabá. Índios faziam pedágio e moradores começaram bloqueio no mesmo trecho.

Denise Soares

Do G1 MT

Imprimir Enviar para um amigo
Índio é baleado no peito e morador leva flechada após confronto em MT

Índio foi baleado no peito e morador levou flechada após confronto

Foto: Divulgação

Um índio da etnia Enawenê-nawê e um morador ficaram feridos durante um confronto entre indígenas e moradores neste sábado (24) na MT-170, em Brasnorte, a 580 km de Cuiabá. De acordo com a Polícia Militar e a Polícia Civil, de um lado, um grupo de indígenas fazia cobrança de R$ 100 sobre a ponte do Rio Juruena, entre Juína (a 737 km da capital) e Brasnorte.

Do outro lado, já na saída de Brasnorte, um grupo de moradores ecaminhoneiros se reuniu e bloqueou a rodovia como forma de protesto ao pedágio feito pelos índios. Os moradores alegaram à polícia que o pedágio estava afetando as duas cidades.
 
Os indígenas souberam do bloqueio e percorreram 100 km para chegar ao local. Houve um desentendimento entre parte dos dois grupos, onde um indígena foi baleado no peito e um morador levou uma flecha no ombro.

A PM foi chamada ao local após o confronto. A suspeita é que alguma pessoa tenha quebrado o vidro da caminhonete usada pelos indígenas, iniciando a confusão.

O tiro teria partido de um dos moradores e caminhoneiros que participavam do ato. O morador foi socorrido para o hospital municipal de Brasnorte e liberado logo em seguida.

Já o indígena, que teria 19 anos, foi atendimento pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado para o mesmo hospital. Por ter o estado de saúde considerado mais grave, os médicos preferiram encaminhar o índio ao Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá (PSMC). O atual estado de saúde dele não foi informado.

O confronto será investigado, inicialmente, pela Polícia Civil de Brasnorte. Não há informações de novos bloqueios ou pedágios neste domingo (25).

Pedágio
Os índios querem que o governo faça a manutenção da estrada que dá acesso à aldeia. Em carta divulgada pelos indígenas, eles dizem que o governo do estado não cumpriu promessa de melhorar a estrada que dá acesso à comunidade.

Segundo os índios, essas más condições impedem atendimentos importantes, em especial os emergenciais de saúde. De acordo com os indígenas, em junho deste ano, a Secretaria de Infraestrutura e Logística (Sinfra-MT) e a Casa Civil foram até a região, reuniram-se com representantes da etnia e teriam se comprometido a fazer o cascalhamento da estrada em julho de 2015. Porém, isso ainda não foi feito, afirmam os índios.

Por meio da assessoria, a Sinfra-MT informou que tem conhecimento da situação e que tem acompanhado de perto as negociações com os índios para resolver o problema.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Nilton Moreira

Estrada Iluminada - Pessoas que estavam lá!

Alguns têm certeza. Outros não acreditam. A maioria suspeita de que possa existir, e outros tantos preferem não se questionar. Estou falando de vidas...

 
 
 
 
Sitevip Internet