Notícias / Agricultura

14/08/19 às 21:19 / Atualizada: 14/08/19 às 21:28

Senador quer mais apoio à agricultura familiar

Somente em Mato Grosso, calcula-se que pelo menos 80 mil famílias aguardam pelo título de propriedade da terra.

Jonas Jozino

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Senador quer mais apoio à agricultura familiar

Foto: Divulgação

"A agricultura familiar poderia dobrar o volume de produção de alimentos no campo". É o que acredita o senador Wellington Fagundes, que participou, nesta segunda-feira (12.08), na Assembleia Legislativa, da implantação da Frente Parlamentar em Defesa da Regularização Fundiária e da Agricultura Familiar em Mato Grosso. Segundo ele, para que o volume de produção possa dobrar, é preciso garantir o acesso ao crédito, o que só é possível mediante a regularização da propriedade da terra. "É preciso criar uma política de estado de apoio à agricultura familiar", disse ele, "principalmente para quem produz produtos da cesta básica".

Ele criticou a falta de estrutura do Incra para atuar na regularização fundiária e citou o exemplo da liberação de emenda parlamentar, no ano passado, no valor de R$ 80 milhões que seriam aplicados nesse trabalho. "Mas ele não foi feito por falta de estrutura do Incra", disse.

Somente em Mato Grosso, calcula-se que pelo menos 80 mil famílias aguardam pelo título de propriedade da terra.

Nesta quarta-feira (14.08), por exemplo, lideranças políticas se reúnem em Brasília com a presidência do Incra para tentar evitar o fechamento da unidade do órgão em Rondonópolis.

"Precisamos garantir mesa farta e acessível a todos", defende o senador. Além disso, ele cita a agricultura familiar como atividade que gera emprego e renda no campo.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Paiva Netto

Hiroshima

Em 6 de agosto de 2019, precisamente às 8h15, completam-se 74 anos do lançamento da bomba atômica sobre Hiroshima, depois foi a vez de Nagasaki, também no Japão. Data que jamais será varrida das...

 
 
 
 
Sitevip Internet